Mato Grosso, 18 de dezembro de 2014
.:: Publicidade

Funcionária de farmácia é degolada pelo ex em ponto de ônibus em MT

Em 31 de março de 2013 as 12h45

Vítima estava indo para o trabalho quando foi morta pelo ex-namorado.
A polícia faz buscas pelo suspeito de assassinar a vendedora de 40 anos.

Fonte: G1

http://www.expressomt.com.br/matogrosso/funcionaria-de-farmacia-e-degolada-pelo-ex-em-ponto-de-onibus-em-mt-57600.html

Uma mulher de 40 anos foi assassinada neste sábado (30) quando ia para o trabalho, na Avenida Isaac Póvoas, no Centro de Cuiabá. Testemunhas relataram que o autor do crime é o ex-namorado da vítima, Andrea Faria de Moraes. Ele teria a esperado em um ponto de ônibus, onde ela costumava descer para ir ao serviço. Os dois tiveram uma discussão e ela a degolou, segundo informou a assessoria da farmácia, onde ela trabalhava.

A vítima era de Campo Grande (MS) e, conforme a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que já começou a investigar o crime, morava há pouco tempo na capital. A DHPP informou ainda que a polícia faz buscas pelo suspeito do assassinato e foi até a casa dele, mas não o encontrou. No entanto, até as 11h (horário de Mato Grosso) deste sábado ele ainda não havia sido preso.

Andrea trabalhava há quase três anos nessa farmácia como vendedora, conforme a assessoria da empresa. Ela foi socorrida pelos próprios colegas de trabalho e levada ao Pronto-Socorro de Cuiabá. No entanto, ela já chegou morta ao hospital, de acordo com a polícia.

Um parente da vítima contou ao G1 que a vítima havia terminado o relacionamento com o suspeito recentemente, mas que ele não teria aceitado o término. "Pelo que ela contava, ele era muito agressivo e a ameçou por mensagem de celular. O relacionamento deles foi muito curto. Acho que durou menos de três meses", afirmou Odair Fernandes de Oliveira, primo da vítima. Após o término do namoro, Andrea reatou com um antigo namorado, com quem foi vista pelo ex nesta sexta-feira (29). 

Odair disse que no telefone celular da vítima tinha várias ligações e mensagens do suspeito. Cerca de 10 minutos antes de descer no ponto de ônibus e ser morta, ela havia enviado um torpedo para ele, com os seguintes dizeres: "Estou meio atrapalhada e você tem razão de estar bravo comigo", como relatou o primo dela. A vítima morava com Odair e a esposa há cerca de 18 anos.

Após ser esfaqueada ao descer no ponto de ônibus, a vítima ainda tentou correr e caiu do outro lado da Avenida Isaac Póvoas. O relacionamento entre a vítima e o suspeito começou quando ele veio da Paraíba para Cuiabá. Ele se mudou para trabalhar na obra de reforma de um shopping da capital. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). 



Comentários

Topo

© ExpressoMT (2008 - 2014) - Todos os direitos reservados.

Fale conosco| Seja um parceiro| Quem somos| Mapa do site