Mato Grosso, 02 de outubro de 2014
.:: Publicidade

Riva cobra ação do governo e participação dos deputados nas decisões

Em 12 de setembro de 2012 as 17h22

Presidente da AL-MT criticou a falta de repasses do Governo na área de saúde, paralisação nas obras oriundas de emendas e ausência de gestão em órgãos

Fonte: Kleverson Souza/Assessoria

http://www.expressomt.com.br/matogrosso/riva-cobra-acao-do-governo-e-participacao-dos-deputados-nas-decisoes-30710.html

Crédito: Divulgação
Presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PSD) utilizou a tribuna durante a sessão vespertina desta quarta-feira (12) para cobrar uma reunião entre o governador Silval Barbosa (PMDB) e os deputados estaduais para discutir os problemas do Estado.

Riva criticou a falta de repasse do Governo do Estado aos municípios na área de saúde, a paralisação nas obras oriundas de emendas parlamentares e também mencionou a ausência de gestão em órgãos do Poder Executivo Estadual, como na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) e Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer).

As críticas à administração estadual foram iniciadas pelo deputado estadual Ademir Brunetto (PT), que denunciou durante a sessão, problema existente em Alta Floresta, onde 40 caminhões carregados de gado estavam parados em função da empresa que emite a Guia de Trânsito Animal (GTA), ter paralisado os serviços por falta de pagamento do Governo do Estado.

Após ouvir as indagações do petista, Riva concordou e opinou que o Governo do Estado deve tomar uma posição firme em relação a algumas situações.

“Disse hoje que estou rouco de tanto reclamar da Sema, Indea e da Empaer. Para ficar claro, a minha crítica não é quanto às instituições ou servidores, e sim com relação a gestão. Na saúde, já vi prefeito chorar ao dizer que não se importa em perder eleição, mas sim em não ter condições de possibilitar atenção básica na saúde para a população, pois o Governo do Estado já fez mais de 50 programações para o pagamento, que não foram cumpridas. E é verdade, pois participei de umas 10 elaborações de cronograma juntamente com a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM).

Depois de justificar suas críticas, Riva solicitou ao ainda líder do governo na Assembleia Legislativa, Romoaldo Júnior (PMDB), que intermedeie uma reunião com o governador, para os deputados estaduais tratarem estas questões urgentes.

“Temos questões urgentíssimas para debater com o governador, pois as obras paradas geram prejuízo aos municípios e a maioria delas é fruto de emendas parlamentares. Essa questão do Indea, apresentada pelo deputado Ademir Brunetto é grave, pois pode parar todo o setor pecuário do Estado. Na Sema, uma das servidoras de credibilidade do órgão me disse que está envergonhada e desanimada, pois não recebem diárias e precisam comprar café e água com dinheiro dos servidores”, contou.

De acordo com Riva, o encontro do governador deve ser realizado com todos os deputados estaduais e não apenas com um grupo de parlamentares. “É importante que providências sejam tomadas, o Silval tem que sentar com o Poder Legislativo e não com um colegiado, pois precisamos encontrar um rumo para algumas situações. Devemos admitir que o Governo do Estado está com dificuldades, mas estas não podem ser eternas. Temos que dar um basta nisso”, finalizou.


Comentários

Topo

© ExpressoMT (2008 - 2014) - Todos os direitos reservados.

Fale conosco| Seja um parceiro| Quem somos| Mapa do site