Mato Grosso, 23 de abril de 2014
.:: Publicidade
Nacional

Acusada de matar Louise Maeda é condenada a 19 anos de prisão

Em 07 de agosto de 2013 as 08h50

Julgamento iniciou na terça e terminou na madrugada desta quarta (7).
Outras duas pessoas são acusadas, mas julgamentos ainda não ocorreram.

Fonte: G1

http://www.expressomt.com.br/nacional-internacional/acusada-de-matar-louise-maeda-e-condenada-a-19-anos-de-prisao-73251.html

Márcia Nascimento, acusada da morte de Louise Sayuri Maeda, foi considerada culpada pelos jurados que participaram do julgamento nesta terça-feira (6), em Curitiba. A sessão começou durante a manhã, mas só no início da madrugada desta quarta-feira (7), a juíza responsável pelo caso acabou lendo a sentença, que a condenou a 19 anos de prisão.

A acusada era colega de trabalho de Louise, que tinha 21 anos à época do crime. A vítima desapareceu após sair do trabalho em uma iogurteria de um shopping da capital paranaense. A família ficou 18 dias sem notícias da jovem, até que o corpo foi encontrado no bairro Campo do Santana. De acordo com a polícia, a jovem foi morta por Márcia Nascimento, por outra colega de trabalho e também pelo namorado de Márcia.

Os jurados condenaram Márcia por homicídio triplamente qualificado, além de ocultação de cadáver. Na sentença, a juíza determinou que ela deverá cumprir toda a pena em regime fechado.

Além de Márcia, outras duas pessoas também são acusadas de envolvimento no crime. Uma delas é o então namorado da colega da vítima. Segundo a polícia, ele fez um dos dois disparos que tiraram a vida da jovem. Não há previsão para o julgamento deles.

A mãe de Louise, Deise Norie Higa Maeda, declarou ao G1 que esperava uma sentença maior. "Mas não temos o que fazer, o importante é que a justiça foi feita. Espero que os outros também paguem pelo que fizeram". Ela contou que passa por tratamento psicológico desde a morte da filha. "Se não fosse a minha fé, eu, com certeza, não estaria mais aqui", argumenta.

A advogada Andréa Tenório, que defende Márcia, foi procurada por telefone pelo G1 para comentar a sentença, mas até a publicação desta reportagem ela não tinha atendido às ligações.

Relembre o caso

Louise foi vista pela última vez em uma terça-feira, dia 31 de maio de 2011, depois que saiu do trabalho,  por volta das 22h30. De acordo com a família, a jovem tinha o costume de avisar quando iria sair mais tarde, para que o pai a buscasse no ponto de ônibus, o que não ocorreu naquele dia.

O corpo da universitária foi encontrado em estado de decomposição avançado. Um dia depois, Márcia e a outra acusada foram presas. Na ocasião, a polícia divulgou que encontrou com Márcia R$ 2.400,00 e avaliou que o dinheiro era incompatível com a renda dela.

O namorado de Márcia ficou foragido por alguns dias e se entregou mais tarde. A mochila de Louise foi encontrada na casa dele. Durante a reconstituição do crime, o rapaz confessou, de acordo com a polícia, que atirou em Louise.


Comentários

Topo

© ExpressoMT (2008 - 2014) - Todos os direitos reservados.

Fale conosco| Seja um parceiro| Quem somos| Mapa do site