Mato Grosso, 01 de outubro de 2014
.:: Publicidade
Nacional

Trio elétrico pega fogo e jovem morre após colisão com fio de poste na PB

Em 25 de janeiro de 2014 as 14h21

Jovem de 18 anos morreu eletrocutado ao tentar desvencilhar trio dos fios.
Acidente aconteceu entre Triunfo e Santa Helena. Cinco ficaram feridos.

Fonte: G1 PB

http://www.expressomt.com.br/nacional-internacional/trio-eletrico-pega-fogo-e-jovem-morre-apos-colis-91379.html

Um trio elétrico pegou fogo após colidir com a fiação de um poste entre as cidades de Santa Helena e Triunfo, no Sertão da Paraíba, na noite da sexta-feira (24). Um jovem de 18 anos morreu eletrocutado e outras cinco pessoas ficaram feridas, de acordo com o 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros e o 6º Batalhão de Polícia Militar, que auxiliaram na contenção do fogo e no resgate.

De acordo com os Bombeiros, o veículo ficou preso na fiação de um poste no trevo entre Santa Helena e Triunfo. O jovem de 18 anos sofreu uma descarga elétrica quando tentou tirar os fios do caminho. Com o choque, o corpo dele foi arremessado do veículo e o incêndio começou.

 “Tinha bastante material inflamável na boleia, como plásticos, material de propaganda, além das caixas de som que são de madeira. Isso fez com que o fogo se alastrasse rapidamente. O veículo foi completamente destruído”, afirmou o soldado José Wilson da Silva Gomes, do Corpo de Bombeiros de Cajazeiras.

O jovem que morreu era morador da cidade de Cajazeiras e trabalhava no trio elétrico. Os outros feridos foram o motorista, de 31 anos, sua esposa e seu filho, além do proprietário do veículo e um outro homem que estavam na boleia. Dois deles foram atendidos no local pelas ambulâncias do Samu e liberados em seguida; a mulher, o menino e um homem foram encaminhados para o Hospital Regional de Cajazeiras (HRC), de acordo com a Polícia Militar.

A Coordenação de Enfermagem do HRC informou que o menino, que tem 10 anos de idade, recebeu um curativo cirúrgico por conta das queimaduras. Tanto ele quanto a mãe, que possui entre 38 e 40 anos, estão conscientes e orientados, internados na mesma enfermaria sob acompanhamento médico e psicológico. A assessoria de imprensa do hospital disse que o menino sofreu queimaduras de 3º grau e que o pior ferimento é no dedão do pé esquerdo, existindo possibilidade da perda do membro.

A assessoria do hospital também afirma que tanto a mãe quanto o menino sofreram queimaduras nas costas, pernas e braços e que ficarão ainda sob o tratamento do hospital para prevenir infecções, facilitadas pelas queimaduras. De acordo com a Coordenação de Enfermagem do HRC, não há previsão de transferência dos pacientes. O homem que estava em observação no hospital já foi liberado.


Comentários

Topo

© ExpressoMT (2008 - 2014) - Todos os direitos reservados.

Fale conosco| Seja um parceiro| Quem somos| Mapa do site