Mato Grosso, 18 de Setembro de 2019
Mato Grosso
Abertura do 2º Festival Escolar de Teatro Ecológico reuniu estudantes luverdenses
12.09.2019
09:15
FONTE: Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Abertura do 2º Festival Escolar de Teatro Ecológico reuniu estudantes luverdenses. - Foto: Ascom Prefeitura/Ederson Bones

    Abertura do 2º Festival Escolar de Teatro Ecológico reuniu estudantes luverdenses. - Foto: Ascom Prefeitura/Ederson Bones

Com a participação de pais e alunos, foi realizada nesta quarta-feira (11) a abertura oficial do 2º Festival Escolar de Teatro Ecológico, o Festeco. O evento é coordenado pela Cia de Teatro Cena 1 e conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação e apoio das demais secretarias, como Cultura e Agricultura e Meio Ambiente.

 

O Festeco tem o objetivo de sensibilizar e conscientizar a população, em especial, crianças, adolescentes e jovens sobre os cuidados com o meio ambiente. A proposta é formar cidadãos comprometidos com o mundo em que vivem para que possam ter cada vez mais qualidade de vida sem desrespeitar o meio ambiente. O Festival usa as artes cênicas para transmitir essa mensagem de conscientização, fomentando a produção cultural e artística no ambiente escolar e a sensibilização dos indivíduos quanto a responsabilidade de todos na busca do equilíbrio entre os seres humanos e o meio ambiente.

 

De acordo com Sonia Silva, da Companhia de Teatro Cena 1, a cada ano mais escolas estão envolvidas no projeto. “As crianças precisam pesquisar e aprender sobre o assunto para construir a peça, e isso é muito interessante para a escola, pois elas aprendem através da arte”.

 

Sonia também relatou que para a cerimônia de abertura do Festeco foi realizada uma parceria entre o Cena 1 e o Em Cena, de Cuiabá, para a apresentação do espetáculo “Era uma vez um abacateiro”. “Trouxemos esse bonito espetáculo para a abertura, com uma mensagem muito importante de conscientização ambiental e destinação correta do lixo, através de uma peça bem alegre, interativa e informativa”.

 

Nesta edição, participam do festival as escolas Angelo Nadin, São Cristóvão, Márcio Schabatt, Escola Militar Tiradentes, Piaget, Dom Bosco, Eça de Queirós, Érico Veríssimo, Menino Deus e Luiz Carlos Ceconello, com 11 apresentações.

 

Nesta quinta (12) e sexta-feira (13), as escolas vão realizar as apresentações no auditório da Câmara de Vereadores.

 

A estudante Ana Schneider, da Escola Piaget, explanou sobre a emoção em montar uma peça teatral sobre um assunto de interesse de todos os jovens. “Sou muito grata por essa oportunidade em estar mostrando essa sustentabilidade que devemos ter, porque com pequenas atitudes eu acredito que a gente pode mudar muita coisa. E para nós crianças é muito bom esse festival porque vai muito além de uma peça de teatro, a gente consegue se conscientizar sobre esse assunto e, com certeza, criar um mundo perfeito para nós para quando formos adultos”.

 

Para o diretor do Saae, João Pagotto, o festival vem com a proposta de dar oportunidade para todas as escolas participarem e mostrarem os jovens talentos. “É uma forma diferenciada de conscientizar as crianças para que elas tenham esse entendimento da separação correta dos resíduos sólidos, e assim, levar essa mensagem para toda a população. Durante o processo de criação, elas visitaram o Ecoponto e conheceram como é o trabalho de reciclagem para fazer os espetáculos. Dessa forma, elas vivenciaram todo o sistema de coleta e destinação”.

 

O prefeito Luiz Binotti prestigiou a abertura do Festeco e evidenciou a alegria em ver o envolvimento das escolas e das crianças. “Nós temos na nossa cidade a coleta mecanizada e precisamos fazer campanhas permanentes de conscientização para que todos façam a separação correta. E ver essa campanha sendo levada pelas crianças por meio do teatro para todas as famílias é muito bacana, ver a empolgação de todos os alunos e a dedicação deles para elaborar essas apresentações, é muito gratificante, mostra que este é melhor caminho para levar a conscientização”.

 

O festival está dividido em duas categorias: infantojuvenil (7 a 10 anos) e juvenil (11 a 15 anos). Os espetáculos serão avaliados pelos quesitos: temática, processo de criação, processo pedagógico, espetáculo cênico, trabalho dos atores, diretores de espetáculo e textos.

 

Serão premiados os três melhores espetáculos em cada categoria. Sendo a premiação para o 1º lugar: R$ 1.500,00; 2º lugar: 1.000,00; e 3º lugar: R$ 500,00. A melhor torcida também será premiada com R$ 300,00. Também serão premiados com troféu melhor ator, melhor ator coadjuvante, melhor atriz, melhor atriz coadjuvante, melhor cenário, melhor direção, melhor iluminação, melhor sonoplastia e melhor torcida.

 

O encerramento com entrega das premiações acontecerá no sábado (14), às 19h, na Câmara de Vereadores.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO