Mato Grosso, 10 de Dezembro de 2018
Economia / Agronegócio
Agricultores se preparam para o plantio de soja em MT
09.08.2018
08:41
FONTE: GLOBO RURAL

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • 637x325_2

    ilustração

A pouco mais de um mês para o início do plantio da soja em Mato Grosso, o frete e os custos de produção preocupam o agricultor. Leonildo Bares gastou R$ 3.100 por hectare para produzir a soja que mantém armazenada. Mas, agora, o custo por hectare está em torno de R$ 3.400.

 

Bares espera comprar insumos da próxima safra com a venda da soja que guardou. “No geral tudo está subindo muito para o produtor rural, porque o custo da lavoura tecnificada está ficando muito caro”, desabafa.

 

Na propriedade da agricultora Tamires Vasconcelos, em Sinop (MT), serão cultivados 3.600 hectares de soja e outros 300 de arroz. Para a correção do solo, ela vai precisar espalhar cinco mil toneladas de calcário, mas até agora duas mil foram compradas e somente 500 toneladas chegaram. O motivo do atraso está no custo do frete por tonelada.

 

“Ano passado nós pagávamos em torno de R$ 50 reais o frete, esse ano a tonelada já subiu pra R$ 90. Mesmo assim você não consegue caminhão, a transportadora não consegue trazer pra você”, afirma Tamires.

 

A produtora já antecipou a venda de metade da soja que ainda vai ser plantada. Mas de acordo com o Imea, o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, essa venda antecipada não é realidade em todas as fazendas. Apenas 21% dos grãos - que ainda vão ser plantados em setembro - foram vendidos.

 

“A questão é a alta do dólar que já se valorizou esse ano em torno de 15%. Se por um lado isso pode garantir melhores preços na hora da venda, por outro atrapalha na hora do plantio por causa dos custos de produção”, explica Daniel Latorraca, superintendente do Imea.

 

O Instituto ainda afirma que a soja deve ocupar 9,5 milhões e meio de hectares, quase a mesma área da última safra.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO