Mato Grosso, 17 de Julho de 2019
Esportes
Análise: Palmeiras abre vantagem contra o Inter, mas peca ao não aproveitar os contra-ataques
11.07.2019
09:59
FONTE: Globo Esporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • rib3259_v46bmtb

Em um jogo bem ao estilo de Felipão, o Palmeiras venceu o Inter por 1 a 0 e largou na frente na disputa por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil.

 

O duelo tático foi semelhante ao confronto entre as duas equipes no Campeonato Brasileiro, no início de maio, quando o Verdão também venceu por 1 a 0.

 

Mas, pelo desempenho alviverde principalmente na segunda etapa do jogo na Copa do Brasil, a sensação que ficou é que a vantagem poderia ter sido maior para o Palmeiras. No jogo de volta, na próxima quarta-feira, em Porto Alegre, o Verdão joga pelo empate.

 

Assim como ocorreu no Brasileirão, em jogo também disputado na arena, o time de Felipão abriu o placar cedo, em uma disputa pelo alto. Nesta quarta-feira, Bruno Henrique cruzou na cabeça de Zé Rafael para marcar o gol da vitória do Verdão.

 

 

Com boa atuação antes do intervalo, os palmeirenses cederam ao Inter apenas uma finalização, de longa distância e bem defendida por Weverton. De resto, jogo controlado por um sistema defensivo sempre eficiente com Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez, Diogo Barbosa, Felipe Melo e Bruno Henrique.

 

Depois do intervalo, o Inter saiu mais para o jogo com uma linha de quatro atrás de Guerrero, formada por D'Alessandro, Edenilson, Patrick e Nico López. E encontrou espaços, mas, mesmo pressionando em alguns momentos do jogo, não levou perigo.

 

Vale ressaltar que o estilo Felipão citado acima é um elogio ao time palmeirense. Sempre competitivo, o Verdão manteve sua segurança defensiva diante de um bom adversário – agora são 13 jogos consecutivos sem sofrer gol como mandante – e criou. Faltou o contra-ataque.

 

 

Sem uma participação muito regular de Dudu, os palmeirenses tiveram espaços para contra-atacar. Zé Rafael furou, Dudu finalizou mal e Bruno Henrique parou em Marcelo Lomba.

 

Mas Deyverson, que fez um bom jogo nas disputas pelo alto e até em algumas triangulações, desperdiçou as melhores chances.

 

Na principal delas, avançou em três contra um defensor, mas errou o último passe, o que motivou reclamação em campo de Felipe Melo e também de Felipão. O treinador deu uma cornetada até em entrevista coletiva.

 

– Eu vou conversar com ele (Deyverson). Quem sabe a titularidade não esteja deixando ele raciocinar totalmente que em algumas jogadas ele é nove, nove, não um oito de armação – disse Luiz Felipe Scolari.

 

 

Mesmo que "só" por 1 a 0, o Palmeiras teve desempenho que merece elogios em sua primeira decisão do mês de julho. Agora terá o São Paulo no sábado, no retorno do Campeonato Brasileiro, antes da volta contra o Inter, em Porto Alegre, na próxima quarta-feira.

 

Depois de usar a vantagem de cinco pontos na liderança do Brasileirão e mudar o time para o Choque-Rei do fim de semana, o Verdão jogará pelo empate no Beira-Rio para se classificar para a semifinal da Copa do Brasil. E, diante de um Inter provavelmente mais ofensivo, o contra-ataque palmeirense pode, enfim, ser decisivo.

 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO