Mato Grosso, 24 de Junho de 2017
Nacional / Internacional
Bolsa Verde apoia conservação em reserva extrativista
19.06.2017
07:58
FONTE: Portal Brasil

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • 8d330b32_c63c_4002_a586_06977843a2f9

    Reserva do Delta do Paranaíba ocupa uma área de 27 mil hectares Arquivo/Agência Brasil

O governo federal desempenha um trabalho contínuo de apoio a 639 famílias da Reserva Extrativista Marinha Delta do Parnaíba, localizada entre os estados do Maranhão e Piauí.

 

A cada três meses, o Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio do Programa Bolsa Verde, faz o pagamento de R$ 300 às famílias que vivem da pesca artesanal e da cata de caranguejo da região e que desenvolvem atividades de conservação.

 

O número de beneficiários do programa corresponde a 22% do total das quase três mil famílias que desempenham esses trabalhos na reserva. O Bolsa Verde, de acordo com o MMA, é, além de um apoio às pessoas em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza, um estímulo à preservação do ecossistema.

 

O trabalho de monitoramento executado pelo ministério, em parceria com a Universidade Federal de Lavras (MG), aponta que houve regeneração da vegetação em regiões onde há presença do Bolsa Verde. Isto é, a partir do momento em que as pessoas residentes nas unidades de conservação passam a receber recursos do programa, a área desmatada torna-se menor com o passar dos anos.

 

A reserva do Delta do Paranaíba ocupa uma área de 27 mil hectares e é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, chegou a visitar o local e reforçou que o programa é essencial para a conservação ambiental.

 

“Aqui mesmo, na Resex do Delta do Parnaíba, todo programa de plantio do manguezal foi feito por beneficiários do Bolsa Verde, principalmente por mulheres. O Bolsa não é um programa meramente social, é um programa ambiental e está diretamente ligado a unidades de conservação de sustentabilidade”, disse.

 

O programa começou quando o pesquisador Francisco das Chagas Rodrigues constatou a degradação da flora na região e resolveu convidar os beneficiários do Bolsa Verde para apoiar o reflorestamento.

 

Formado por 75 ilhas, o Delta do Paranaíba é o único em mar aberto na América e é um santuário para a reprodução de diversas espécies de peixes, caranguejos, mariscos, lagostas e camarões.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO