Mato Grosso, 23 de Agosto de 2017
Esportes
Chefe da Renault freia rumores sobre volta de Kubica: "Não está na lista"
19.06.2017
09:34
FONTE: G1

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • kubica_box

    Polonês não guiava um carro de F1 desde 2011 (Foto: Reprodução/Twitter)

Robert Kubica voltou a guiar um carro de Fórmula 1 no início do mês, após seis anos desde o acidente no rali que abreviou a carreira do polonês nas categorias de monoposto. O vencedor do GP do Canadá de 2008 participou de um teste privado oferecido pela Renault em Valência, onde guiou o carro da Lotus de 2012 por 115 voltas, fazendo simulações de corrida, classificação e largada. Muito querido pelos fãs da Fórmula 1, Kubica passou a ser cotado como um possível substituto de Jolyon Palmer em 2018, considerando o fraco desempenho do inglês na temporada.

 

Apesar do polonês ter afirmado que pretende fazer um "retorno de fato" e do diretor de operações da Renault, Alan Permane, ter dito que Kubica "tem ritmo para voltar à categoria", Cyril Abiteboul, chefe do time francês, é mais cauteloso quanto as perspectivas de ter o ex-piloto da equipe de volta no cockpit. Em entrevista ao site "Autosport", Abiteboul pediu precaução com os rumores envolvendo Kubica.

 

- Eu sei que o esporte é cheio de rumores e especulações. Mas acho que neste caso precisamos ter um pouco de precaução, porque estamos falando de um indivíduo que todos amamos, com uma imagem fantástica, e que sofreu uma situação muito difícil de uma perspectiva pessoal. Então eu peço que, nesta ocasião, todos tenhamos um pouco de cautela - comentou.

 

A Renault conta, na atual temporada, com uma dupla de pilotos formada pelo alemão Nico Hulkenberg e, como já citado, pelo inglês Jolyon Palmer. Até o presente momento, com sete corridas disputadas, Hulk é responsável pelos 18 pontos que a equipe tem no campeonato, e a situação de Palmer já começa a ser colocada em cheque pelos dirigentes franceses. Abiteboul afirmou que o polonês, por enquanto, não faz parte dos planos do time, mas não descarta a contratação para o futuro.

 

- Sim, nós fizemos o teste, mas nós não queremos criar expectativas na cabeça das pessoas, incluindo o próprio Robert. Em algum momento nós teremos que discutir nosso line-up futuro, essa é uma informação pública. Temos um contrato longo com Nico, e um contrato para 2017, e todo 2017 com Jolyon. Mas em algum ponto teremos que rever as opções. Se até lá, Robert virar uma opção, então daremos uma olhada. No momento em que conversamos, ele não está na lista. Ele tem muitas coisas a atingir para que possa estar na lista - finalizou.

 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO