Mato Grosso, 20 de Setembro de 2019
Esportes
China lidera quadro de medalhas que soma os Campeonatos Mundiais de 2019; Brasil é 17º
10.09.2019
15:07
FONTE: GloboEsporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • China lidera quadro de medalhas que soma os Campeonatos Mundiais de 2019; Brasil é 17º

    Foto: Reprodução

O ano de 2019, claro, não tem a Olimpíada no calendário. Mas, dá para fazer uma estimativa de como seria o quadro de medalhas de uma edição dos Jogos nesta temporada: somar as medalhas de todos os Campeonatos Mundiais das mais variadas modalidades. E, neste hipotético quadro, a China lidera a classificação desse ano, na frente dos Estados Unidos. O Brasil, com dez em medalhas em Campeonatos Mundiais, seria 17º.

 

Já foram realizados Mundiais de mais de trinta modalidades, como por exemplo natação, remo, canoagem e judô. E muitos ainda estão no calendário: só no próximos quarenta dias são 14 Campeonatos Mundiais. Ou seja, esse quadro vai mudar muito até dezembro, quando teremos um retrato fiel da temporada olímpica.

 

Importante lembrar que as medalhas válidas para esse quadro são as ganhas em provas olímpicas no Campeonato Mundial. Por exemplo, no Mundial de esportes aquáticos, Nicholas Santos, Etiene Medeiros, João Gomes, Felipe Lima e Ana Marcela foram ao pódio, mas não em provas que estão no programa olímpico. O mesmo vale para Pepê Gonçalves da canoagem slalom, da dupla brasileira no remo e três das cinco medalhas do taekwondo.

 

 

AS MEDALHAS DO BRASIL

Atleta Medalha Modalidade Prova
Nathalie Moelhoussen Ouro Esgrima Espada
Isaquias Queiroz Ouro Canoagem C-1 1000m
Bruno Fratus Prata Natação 50m livre
Vôlei Prata Feminino Liga das Nações
Milena Titoneli Bronze Taekwondo Até 67kg
Maicon Siqueira Bronze Taekwondo Acima de 87kg
Erlon Souza/Isaquias Bronze Canoagem C2- 1000m
Mayra Aguiar Bronze Judô Até 78kg
Rafaela Silva Bronze Judô Até 57kg
Equipe mista Bronze Judô Por equipes

 

 

 

Apesar da China liderar esse quadro de medalhas, é bem provável que os EUA assumam a ponta da lista em breve, principalmente com os resultados no atletismo, com o Mundial marcado para o fim deste mês. Outra possibilidade é a Rússia, com boxe e luta olímpica, subir na lista, assim como o Japão, com a luta feminina e skate. Já a Austrália não tem muitos mundiais "favoráveis" até o fim da temporada.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO