Mato Grosso, 12 de Novembro de 2018
Mato Grosso
Com celebração emocionante, Rosa Mística é inaugurada em Lucas do Rio Verde
10.11.2014
02:10
FONTE: ExpressoMT

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

A dedicação da Igreja Rosa Mística ocorrida no sábado à noite em Lucas do Rio Verde emocionou os católicos que acompanharam a celebração conduzida pelo bispo diocesano Dom Vital. A igreja ficou lotada, embora o número de fieis previsto inicialmente para a cerimônia tenha sido menor em razão da chuva que caiu horas antes.

A celebração teve vários momentos emocionantes. O primeiro deles foi quando o presidente da comunidade Rosa Mística, Claudio Boffi, entregou as chaves da igreja ao bispo diocesano. Depois, aconteceram as entradas de jovens com taças com água, simbolizando o Espírito Santo, e a entrada de um jovem carregando um exemplar da bíblia sagrada. O movimento foi acompanhado por toda a igreja, que tocou as fitas que simbolizavam partes da antiga arca da aliança. O livro santo foi entregue ao bispo Dom Vital.

Toda a cerimônia de dedicação do templo a Deus teve mais de duas horas de duração e emocionou os fieis, especialmente, aqueles que acompanharam toda a trajetória da construção, desde o lançamento da pedra fundamental até os trabalhos internos, que ganharam destaque com os vitrais e painéis trabalhados pela artista plástica Mari Bueno. O empresário e ex-prefeito Marino Franz foi um deles. “É um sonho da Paróquia de Lucas do Rio Verde, em especial da Rosa Mística, esse belíssimo templo, essa belíssima igreja”, elogiou o empresário, que estava à frente da gestão do município quando a pedra fundamental foi lançada, em 2008. “É uma obra bonita e como diz o bispo, vai catequizar por si própria, pelo estilo dela, pela parte sacra que tem aqui. É uma igreja diferente que vai enfeitar ainda mais a nossa cidade”.

“Dedicamos esse templo pra honra e glória de Deus e todos nos reunimos para vivenciar esse momento de celebração, como comunidade. Aguardávamos ansiosos o dia que em poderíamos, de fato, celebrar aqui dentro dessa nova igreja e novo templo”, declarou o padre Vagno Reato.

O bispo diocesano observou que Lucas do Rio Verde sonhava com essa obra. Dom Vital lembrou que toda a comunidade quando olhava para a igreja em construção sonhava com o dia da dedicação do templo a Deus. “E nesse dia eu falo como a bíblia fala: ‘O que poderei retribuir ao Senhor, por todo o bem que ele me fez? Erguerei o cálice da salvação, invocando sempre o nome Santo do Senhor’. Quem passa aqui por Lucas do Rio Verde é impossível não se deparar com essa obra, com esse grande monumento colocado aqui para a fé do povo e também para a glorificar o Senhor, o nosso Deus”, observou o sacerdote.

Unção
O sábado iniciou de modo especial para os católicos. Horas antes da dedicação do templo, um grupo de fieis se uniu aos padres da congregação e a outros que já passaram pela paróquia, e juntamente com o bispo Dom Vital acompanharam a unção do sino. O equipamento, que é citado na bíblia desde o antigo testamento, é usado para alertar e chamar os fieis a participarem das celebrações. 

Pesando 550 quilos, o sino foi instalado numa das torres da Rosa Mística em 26 de junho. Fundida em bronze (foram usados mil quilos do metal), a peça soou os primeiros alertas à comunidade pela manhã. Orçado em R$ 50 mil, ele foi doado por um grupo de empresários e pessoas da comunidade. Pela programação da igreja Rosa Mística, ele deve soar três vezes ao dia, nos horários conhecidos pelos católicos como ‘Hora do Angelus’, cumprindo a missão angelical de convidar o povo à oração às 6, 12 e 18 horas.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO