Mato Grosso, 17 de Outubro de 2019
Economia / Agronegócio
Com consumidor mais confiante, comércio varejista cresceu em vendas e em número de lojas
11.02.2019
06:07
FONTE: Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • movimento shopping

    Divulgação

Balanço divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) revelou que o comércio varejista fechou o ano de 2018 com 8,1 mil novas lojas em todo o Brasil. Das 27 unidades federativas, 15 registraram mais aberturas do que fechamentos de estabelecimentos.

 

Em Mato Grosso, o crescimento do número de lojas é visível nos centros comerciais das cidades, e passa agora por um movimento de descentralização, com o aumento das “lojas de bairro”. O fenômeno já pode ser sentido até mesmo nos shoppings centers da capital.

 

“Temos vivenciado um aumento do número de lojas locais e regionais aqui. Hoje, temos 157 estabelecimentos no Shopping 3 Américas e, destes, 93 são de negócios mato-grossenses, ou seja, quase 60%. Valorizamos a cuiabania, por isso sempre abrimos espaço para estes parceiros e temos tido um retorno muito positivo”, afirmou a presidente da associação dos lojistas do Shopping 3 Américas, Acilene Clini.

 

O aumento do número de estabelecimentos é reflexo do otimismo do setor com o aumento das vendas durante o ano de 2018. Dados divulgados no final de janeiro pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) apontam um crescimento de 2,8% nas consultas para vendas a prazo em 2018, na comparação com 2017.

 

Foi a maior alta neste aspecto desde 2014, quando houve um aumento de cerca de 2,2%. Em Mato Grosso, as consultas para vendas a prazo cresceram 4% em 2018. Este indicador é utilizado para medir a confiança do consumidor e a disposição para fazer novas compras.

 

“A gente já está sentindo essa mudança. O ano de 2018 fechou com um aumento de cerca de 6% nas vendas, em relação a 2017. E o movimento também cresceu. Em 2018 recebemos, em média, 20 mil pessoas ao dia no Shopping 3 Américas. Nossa média anterior, em 2017, era de 18 mil ” explicou Acilene Clini.

 

Boas perspectivas - Outro fator que anima o setor é que, de acordo com o Boletim Focus, relatório de mercado do Banco Central, a previsão de crescimento da economia brasileira em 2019 aumentou de 2,8% para 2,99% no final de janeiro. Além disso, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) projeta crescimento de 5,8% nas vendas do setor e a abertura de 23,3 mil novas lojas varejistas neste ano.

 

As projeções positivas estão de acordo também com o índice Nacional de Confiança do Consumidor (INC), da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que registrou 104 pontos em janeiro. É a primeira vez que o índice passa dos 100 pontos em nível nacional desde maio de 2015. Na região Centro-Oeste, o índice saltou de 97 para 109 pontos de dezembro de 2018 ao final de janeiro de 2019.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO