Mato Grosso, 19 de Outubro de 2019
Esportes
De criticado a decisivo, Diego Alves soma milagres nos últimos jogos e vive sua melhor fase no Flamengo
05.10.2019
08:31
FONTE: GloboEsporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • De criticado a decisivo, Diego Alves soma milagres nos últimos jogos e vive sua melhor fase no Flamengo

    Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Não é só o "trio de ouro" rubro-negro, formado por Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta, que vem sendo decisivo no Flamengo. Enquanto o ataque caiu de rendimento nos últimos jogos, coube a Diego Alves segurar as pontas lá atrás. O goleiro operou milagres nos empates com São Paulo, no Campeonato Brasileiro, e Grêmio, na Libertadores, que mantiveram a invencibilidade que já dura 12 jogos.

 

Mas se engana quem lembrou só das últimas duas partidas. Desde a derrota por 3 a 0 para o Bahia, quando falhou em um dos gols e admitiu o erro, Diego Alves passou a colecionar defesaças, com direito a pênaltis e tudo. Foram seis milagres nessa sequência de partidas, contra Vasco (duas vezes), Avaí, Inter, São Paulo e Grêmio.

 

Grêmio 1 x 1 Flamengo

Everton Cebolinha recebeu na entrada da área e encheu o pé. Diego Alves defendeu com a mão direita e salvou o Flamengo enquanto o jogo ainda esteve 0 a 0.

 

São Paulo 0 x 0 Flamengo

Antony também saiu cara a cara com Diego Alves, bateu colocado, rasteiro, mas o goleiro foi ágil a ponto de conseguir deitar e ainda espalmar para cima, com força suficiente para a bola encobrir o travessão.

 

Flamengo 3 x 1 Inter

Já no final do jogo, Lindoso apareceu livre na pequena área após escanteio e chutou à queima-roupa de Diego Alves, que salvou na primeira e fechou o ângulo no rebote. O bandeira marcou impedimento duvidoso, mas se a bola entra o lance poderia ser validado pelo VAR.

 

Avaí 0 x 3 Flamengo

Brenner recebeu cruzamento e também teve uma chance na pequena área e parou no puro reflexo de Diego Alves. Jogo estava só 1 a 0 para o Rubro-Negro naquele momento.

 

Vasco 1 x 4 Flamengo

Com fama de pegador de pênaltis, Diego Alves pela primeira vez no clube defendeu dois em uma mesma partida. Pegou o de Pikachu quando o placar estava 2 a 0, e defendeu a cobrança de Bruno César quando o Rubro-Negro vencia por 3 a 1, evitando qualquer chance de reação adversária.

 

Com o time cada vez mais azeitado em campo, Diego Alves tem tido menos trabalho diante de uma defesa encaixada, mas está correspondendo quando preciso. É a sua melhor fase desde que chegou ao Flamengo, em julho de 2017. Após 10 anos no futebol europeu, o goleiro voltou cheio de moral ao Brasil, mas passou por momentos de instabilidade durante seus 113 jogos no Rubro-Negro. Na temporada passada, chegou a ser barrado por Dorival Júnior e quase deixou o clube.

 

Com a chegada de Abel Braga esse ano, Diego Alves não só ficou como voltou a ser titular. Porém, passou a conviver com a críticas da torcida e a sombra de César, que foi bem em seu lugar durante a passagem de Dorival Júnior. O camisa 1 chegou a ser decisivo na fase de grupos da Libertadores, defendendo pênalti contra a LDU e salvando o time na altitude de Oruro, na Bolívia, diante do San José. Mas o melhor momento veio com Jorge Jesus e espantou a desconfiança.

 

Único titular nos 20 jogos sob o comando do treinador, Diego Alves já foi até capitão com o português e é nome certo na equipe que defende a liderança do Campeonato Brasileiro neste domingo, às 11h (de Brasília), contra a lanterna Chapecoense na Arena Condá. Se todo grande time começa por um bom goleiro, o camisa 1 rubro-negro vai dando a segurança necessária para o Flamengo brilhar.

 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO