Mato Grosso, 26 de Agosto de 2019
Esportes
Derrota em final, eliminações e carrasco de Fábio: a história de Rogério Ceni com o Cruzeiro
12.08.2019
07:23
FONTE: GloboEsporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Torcida faixa Neymar PSG Nimes

    — Foto: Franck Fife/AFP

O Cruzeiro inicia uma nova era: agora sob o comando de Rogério Ceni. Oficializado neste domingo e com contrato até o fim de 2020, o ex-goleiro e ídolo do São Paulo tem uma história marcada por alegrias e tristezas como jogador contra do Cruzeiro, onde vai reencontrar sua maior vítima de sua carreira: Fábio. E também com um algoz, Robinho, que foi dos golaços diante do agora seu novo treinador.

 

Multicampeão como jogador, Rogério Ceni não ganhou apenas um título na carreira: a Copa do Brasil, competição que a Raposa é a maior ganhadora, com seis títulos. E foi diante do Cruzeiro que ele chegou mais perto e perdeu a taça. Em 2000, com um gol de Geovanni no último minuto, a Raposa venceu o São Paulo e foi campeã.

 

O agora treinador ainda teve outro desgosto com o time cruzeirense: foi eliminado das quartas de final da Libertadores em 2009, quando o Cruzeiro chegou até à decisão, mas acabou perdendo para o Estudiantes, da Argentina. Mas deu o troco no ano seguinte, eliminando a Raposa também nas quartas de final da Libertadores.

 

No Cruzeiro, ele também reencontra o meia Robinho. O jogador ficou marcado por três golaços com a camisa do Palmeiras diante de Rogério Ceni. Um do meio de campo, outro chutando de primeira e o terceiro por cobertura. Relembre no vídeo abaixo.

 

Carrasco de Fábio

Goleiro do São Paulo por quase toda a carreira, Ceni fez 131 gols como jogador, sendo 62 de falta e 69 de pênalti. Sete foram contra o Cruzeiro, e seis diante de Fábio, o goleiro que mais sofreu gols do companheiro de posição. Apenas no segundo turno de 2005 que Fábio não estava na meta. Arthur foi o goleiro.

 

Os gols de Ceni contra o Cruzeiro:

-São Paulo 1 x 1 Cruzeiro - 1º turno do Campeonato Brasileiro 2005 (gol de pênalti)

-Cruzeiro 2 x 3 São Paulo - 2º turno do Campeonato Brasileiro 2005 (gol de pênalti - Arthur era o goleiro do Cruzeiro)

-Cruzeiro 2 x 2 São Paulo - 1º turno do Campeonato Brasileiro 2006 (1 gol de falta e outro de pênalti)

-São Paulo 2 x 0 Cruzeiro - 2º turno do Campeonato Brasileiro (gol de falta)

-Cruzeiro 0 x 2 São Paulo - 2º turno do Campeonato Brasileiro (gol de pênalti)

-São Paulo 2 x 0 Cruzeiro - 2º turno do Campeonato Brasileiro (gol de pênalti)

 

Rogério Ceni chega nesta segunda-feira à tarde em Belo Horizonte. O treinador assina até o final de 2020 e traz três membros para a comissão técnica. O francês Charles Hembert, auxiliar técnico, e Nilson Simões, também auxiliar técnico. Também vem Danilo Augusto, preparador físico. Ele começa a treinar o time na terça-feira.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO