Mato Grosso, 19 de Julho de 2019
Esportes
Diretor do Milan veta contratação de Everton, do Grêmio, diz site italiano
15.05.2019
16:00
FONTE: Globo Esporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Everton

    Everton tem multa rescisória de 80 milhões de euros — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

O Milan desistiu de Everton, do Grêmio. É o que noticia a imprensa italiana nesta quarta-feira. Segundo o site da TV Sport Mediaset, o diretor-executivo do clube rossonero, Ivan Gazidis, vetou a contratação do camisa 11 gremista. A publicação diz que os motivos são os custos da operação e possíveis comissões e destaca que "negócios com clubes brasileiros são sempre complicados".

 

Everton era apontado como o "ficha um" no mercado brasileiro na lista de reforços de Leonardo, diretor técnico do Milan. O interesse, no entanto, não vai resultar em uma negociação concreta com o Grêmio. Esse seria o terceiro "não" do homem forte do Milan ao ex-lateral, que também tentou as contratações de Ibrahimovic e Fabregas na janela de inverno europeia, destaca o site. O próximo alvo dos italianos é o francês Allan Saint-Maximin, do Nice.

 

Desde dezembro passado, o Milan mantinha contato com o estafe do Everton, conforme apurou o GloboEsporte.com. O atacante é agenciado pelo empresário Gilmar Veloz, que tem boa relação com o Milan. O empresário, inclusive, era quem cuidava da carreira de Alexandre Pato quando o atacante foi do Inter para o clube italiano em 2007.

 

No ano passado, Everton renovou contrato com o Grêmio até 2022 e sua multa rescisória beira os 80 milhões de euros (R$ 356,6 milhões, na cotação atual). O clube gaúcho, porém, já informou que está disposto a abrir negociação por metade desse valor. O Manchester City é outro clube de olho no jogador de 23 anos, mas até o momento não sinalizou com nenhuma oferta.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO