Mato Grosso, 15 de Junho de 2019
Economia / Agronegócio
Empresas criadas no ano até julho no país somam 1,08 milhão, diz Serasa
29.08.2013
10:09
FONTE: G1

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

De janeiro a julho de 2013, foram criadas e passaram a funcionar dentro do território nacional 1.084.616 novas empresas, um avanço de 1,03% frente ao total de novas empresas surgidas durante o mesmo período de 2012, quando foram 1.051.975 novas companhias, aponta nesta quinta-feira (29) indicador divulgado pela empresa de análise de crédito Serasa Experian.

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, a quantidade é também a maior do que as registradas nos mesmos períodos de 2011 (962.285 novas empresas) e 2010 (828.283 novas empresas).

A maioria das novas empresas, 69%, são inscritas na categoria de Microempreendedor Individual (MEI), diz o estudo. As demais estão divididas da seguinte forma: 133.391 (12% do total) foram de empresas individuais, 153.998 (14% do total), foram de dociedades limitadas e, por fim, 59.465 (5% do total) foram de empresas de outras naturezas jurídicas.

"É importante notar que a participação dos Microempreendedores Individuais (MEIs) no conjunto de empresas que a cada mês surgem no país vem aumentando progressivamente, respondendo hoje por pouco mais de dois terços do total", aponta a divulgação.

Regiões
O Sudeste é a região onde ocorreu o maior número de empresas abertas de janeiro a julho, com 538.135 empresas, 49,67% do total.

Em seguida aparece o Nordeste, com 198.200 empresas (18,27% do total), seguido do Sul, foram criadas 181.494 (16,73% do total) e do Centro-Oeste, onde surgiram 105.707 empresas (9,74% do total). Houve a criação de 61.081 (5,63% do total) no Norte

Setores
No setor de serviços está a maior concentração do número de empresas criadas de janeiro a julho, com 626.232 (58% do total). Em seguida, foram abertas 351.050 empresas comerciais (32% do total). No setor industrial, surgiram 88.823 empresas (8% do total). Foram criadas 18.511 empresas de outros setores (setor primário, financeiro, terceiro setor, etc.).

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO