Mato Grosso, 23 de Maio de 2019
Variedades
Febre amarela: hoje é último dia para tomar a vacina pensando no Carnaval
28.02.2019
11:59
FONTE: Agência Brasil

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • vacina_tumor_3

    A vacina da febre amarela leva algum tempo para surtir efeito (Ilustração: Pedro Hamdan/SAÚDE é Vital)

Para que a imunização contra a febre amarela tenha efeito no Carnaval, que em 2019 será de 2 a 6 de março, a vacina deve ser tomada até hoje, 19 de fevereiro. A orientação, reforçada dessa vez pelo governo de São Paulo, destaca que a proteção efetiva só ocorre após dez dias da injeção. A cobertura vacinal contra a doença no estado alcança 70%, em média, com variação entre as regiões.

 

Aliás, todo o estado integra a área de recomendação da vacina por causa da circulação do vírus. A imunização é indicada para brasileiros a partir dos 9 meses de idade. Mas há casos especiais que exigem uma conversa prévia com o médico, como os portadores de HIV, os transplantados e os indivíduos com mais de 60 anos.

 

Já os foliões que não se vacinarem no prazo adequado devem evitar áreas verdes. Também vale reforçar a aplicação dos repelentes e vestir  roupas compridas e de cor clara, conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde.

 

O último balanço do governo paulista, que considera o período de janeiro à primeira quinzena de fevereiro, confirma a ocorrência de 36 casos de febre amarela silvestre em São Paulo, dos quais nove resultaram em morte. Ao longo de 2018, foram 502 episódios e 175 óbitos. Em 2017, esses números ficaram em 74 e 38, respectivamente.

 

Onde encontrar a vacina da febre amarela em São Paulo

Além da disponibilização gratuita nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), ela é oferecida em mais de 40 postos volantes espalhados pela capital paulista. A instalação de unidades em locais de grande circulação é uma das estratégias adotadas pela Secretaria Municipal da Saúde para atingir cobertura vacinal de 95% até maio. O índice na capital paulista atualmente é de 77%.

 

De acordo com a secretaria, embora o vírus esteja circulando em algumas regiões bastante arborizadas da cidade de São Paulo, conforme comprovou a morte de um macaco bugio no Jardim Botânico/Parque Zoológico, não há infecções pela doença em seres humanos no ano de 2019.

 

A lista das unidades volantes e dos postos de saúde, bem como o horário de funcionamento, podem ser encontrada no site da Prefeitura.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO