Mato Grosso, 17 de Dezembro de 2017
Economia / Agronegócio
Feijão-carioca: Efeito manada faz mais vítimas
06.12.2017
16:10
FONTE: Ibrafe

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • 637x325_1

    ilustração

Exemplo clássico do efeito manada. Já deu para perceber que no Feijão ocorre, vez por outra, a mesma coisa. Talvez seja por medo. Medo de errar sozinho e, assim, mesmo perder parece ser melhor do que ganhar sozinho. Se não for assim, como explicar todos olhando a corrida do Feijão-carioca que resultou em um fim de ano trágico, sem lucro, para os produtores? O que faz alguém investir tanto para colher agora? E o que dizer da safra de caupi do próximo ano, que promete ter a maior área plantada de todos os tempos? Não para aí, produtores de pingo-de-ouro (caupi) têm muito estocado e agora vão se confirmando áreas enormes para serem colhidas nos próximos dias.

 

Todo esse prejuízo é evidente e poderia ser evitado, mas, mesmo com todos os indícios, seres humanos são dados a estas reações. Por isso, esse caupi pingo-de-ouro hoje se encontra por R$ 60/70 na Bahia. Com a perspectiva de que, além dos estoques guardados, ainda há possibilidade de colheitas nos próximos dias e a situação pode vir a se agravar.

 

Para os produtores de São Paulo, as coisas podem até apresentar alguma melhora nos próximos dias. O fato é que não há Feijão melhor do que nota 8,5 em Goiás e em Minas Gerais. Assim, quem precisa de qualidade começa a olhar para ofertas de São Paulo, onde hoje foram negociados Feijões entre R$ 100/110 para melhores lotes.PNF 0612

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO