Mato Grosso, 23 de Janeiro de 2019
Esportes
Felipão revela novas investidas da Colômbia, mas espera continuar com Dudu no Palmeiras
09.01.2019
00:45
FONTE: G1

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • felipao_palmeiras

    Luiz Felipe Scolari, técnico do Palmeiras, em entrevista coletiva nesta terça-feira — Foto: Tossiro Neto

Um dia depois de conversar em particular com Dudu no gramado da Academia de Futebol do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari disse na manhã desta terça-feira que qualquer interesse de fora por um jogador precisa ser comunicado diretamente ao clube. O atacante é alvo constante de assédio do futebol chinês.

 

Apesar de a diretoria negar que tenha chegado qualquer proposta, Dudu tem desde o fim do ano passado uma sinalização do Shandong Luneng. O clube da China topa pagar 8 milhões de euros (quase R$ 34 milhões) por ano ao atacante, em um contrato de quatro temporadas.

 

– Quem disse? Tem papel? Tem que pensar um pouco, porque valores ao jogador, não só ao Dudu... Valor oferecido muitas vezes não é o correto. Primeiro tem que fazer com o clube. Depois, vamos ver se o jogador se acerta. Quem tem contrato, tem que cumprir. Ou paga a multa – disse o treinador.

 

– Futebol tem que ser dessa forma. Tomara que apareçam as propostas, por A ou por B, aí vamos analisar. A princípio, gostaria e rezo para que Dudu permaneça. Está fazendo seu trabalho aí com uma dedicação espantosa. Pode ouvir algo em termos de imprensa, mas não vejo ele preocupado.

 

Eleito o craque do Campeonato Brasileiro de 2018, conquistado pelo Palmeiras, Dudu tem contrato até o fim de 2022, com multa de 60 milhões de euros, e vê em Felipão uma espécie de conselheiro desde os tempos de Grêmio.

 

– Continuo conversando com ele. Acho que vocês notam em campo, até alguma brincadeira diferente. No dia a dia, estamos concentrados e falamos bastante, tenho recebido o Dudu algumas vezes na sala, alertado sobre algumas situações, China, clubes que conheço, valores... Eu vivi dois anos e meio na China e posso orientar de alguma forma – comentou Felipão.

 

Procura da Colômbia

Na mesma entrevista, ao ser questionado se havia cessado o interesse da seleção colombiana, confirmado por ele próprio no final do ano passado, Felipão surpreendeu. Segundo ele, as propostas não param de chegar, mesmo que ele diga que não pretende sair.

 

– Não continuaram. Mas parece que eles querem continuar – disse Felipão, sobre o interesse da Colômbia.

 

Depois, porém, por redes sociais, a Federação Colombiana negou que negocie a contratação de Felipão. Diz o comunicado:

 

"A Federação Colombiana de Futebol se permite informar que não está buscando o treinador Luiz Felipe Scolari para dirigir a seleção nacional. Parabenizamos sua decisão de seguir no Palmeiras, já que aqui não há nenhuma proposta de trabalho".

Antes do comunicado, Felipão havia dito que a Federação Colombiana inclusive fazia propostas salariais crescentes.

 

– Não vou dizer que sim nem que não, mas tenho contrato com o Palmeiras. E o Palmeiras sabe disso, me manifestei duas ou três vezes, até em relação a convite chinês. Disse que não iria sair. Parece que a Colômbia não entendeu que não vou sair. Aumenta valores... Não é questão de valores apenas. Se fosse questão de valores, teria aceitado um convite chinês, mas não me interessei no momento – comentou o treinador, antes de brincar sobre sua situação e a de Dudu.

 

– Acredito que tudo vai seguir a linha equilibrada que tenho aqui. Eu no Palmeiras, Dudu no Palmeiras (risos), mais um ano juntos, ganhando títulos que a gente conseguir.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO