Mato Grosso, 29 de Janeiro de 2020
Mato Grosso
Governo bate recorde na contratação de unidades habitacionais
13.08.2012
09:39
FONTE: Janã Pinheiro/Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

Vinte duas mil, quatrocentos e sessenta e quatro casas. Esse é o número de unidades habitacionais contratadas pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) em 2012. Todas as moradias são para famílias de baixa renda que recebem de zero a três salários mínimos mensais. Outros 11.895 contratos estão em fase de análise pela Caixa Econômica Federal. O resultado positivo é fruto de uma parceria de sucesso entre Governo Federal, Governo do Estado e municípios.

Somados os contratos fechados e o que estão sendo analisados, chega a 34.359 o número de unidades habitacionais que serão construídas em Mato Grosso. Somadas as 10 mil casas entregues em 2011, o governo Silval Barbosa bate a meta, ainda este ano, do número de casas que deveriam ser contratadas até o final de 2014, que era de 44 mil moradias.

Somadas as unidades entregues, os contratos fechados e em análise, o governo de Mato Grosso atinge 44.359 unidades que, quando concluídas, irão beneficiar mais de 177 mil pessoas, que deixarão áreas de risco ou condições precárias de moradia, para viver em conjuntos habitacionais com infraestrutura completa e com prestações que chegam ao máximo de 10% da renda familiar.

Apesar de a meta habitacional ser atingida dois anos antes do previsto, os trabalhos em busca de novos recursos continuam. Nesta terça-feira (14.08), o secretário de Estado das Cidades, Gonçalo Barros, reúne-se em Brasília com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, para tratar do assunto.

“O governador Silval Barbosa tem trabalhado duro para conseguir recursos para a habitação e o resultado está ai. Vamos conseguir atingir a meta de governo bem antes do prazo. No Ministério das Cidades vamos buscar ampliar ainda mais nossa capacidade de implantação de conjuntos habitacionais em Mato Grosso”, destaca o secretário, que terá agenda cheia em Brasília em busca de recursos para realização de projetos importantes para Mato Grosso.

Na oportunidade, o secretário irá entregar ao ministro uma minuta do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social de Mato Grosso (Pehis), que está em fase de conclusão. O plano traz um diagnóstico da realidade habitacional do Estado e traça estratégias para os próximos 20 anos. Nos dias 23 e 24 de agosto, o Pehis será analisado pelo Conselho Estadual das Cidades, um grande parceiro nesse processo. Se for aprovado ele segue para análise da Caixa Econômica Federal.

Além de buscar recursos, o Governo do Estado também tem dado atenção especial às famílias que não têm condições de custear nenhum centavo para adquirir a nova casa. Em 2011 e nos seis primeiros meses de 2012, foram entregues em Mato Grosso 3.492 unidades habitacionais a custo zero. “Isso mostra a preocupação do governador com o social”, ressalta Barros. 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO