Mato Grosso, 23 de Outubro de 2017
Variedades
Grupo Gambiarra faz releitura de trama de humor com levada de suspense
09.10.2017
08:17
FONTE: Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Grupo Gambiarra

    O primeiro grupo de teatro de rua mato-grossense volta à ativa com sucesso da década de 1980, carro-chefe de Liu Arruda e Ivan Belém (Foto: Divulgação)

Uma trama investigativa, cheia de confusões e arrematada por personagens impagáveis fazem do espetáculo “Vespa 7”, um programa imperdível. Em cartaz nos dias 27 e 28, às 20 horas, no Cine Teatro Cuiabá, reúne um quarteto bastante popular em Mato Grosso: Ivan Belém, Vital Siqueira, Demétrio Arruda e o estreante nos palcos, Messias Bruxo.

 

“Vespa 7”, é um texto do dramaturgo Luiz Carlos Ribeiro, adaptado da obra “Pedra Canga”, de Tereza Albues, ambos mato-grossenses de expressiva participação no cenário artístico regional. No cenário montado no Cine Teatro, uma sala típica cuiabana é palco de muitos acontecimentos, que envolvem desde o romance até o clima de velório. Ao pé da letra! O público é levado então, a desvendar o mistério que envolve a morte de um dos personagens, ao melhor estilo de “quem matou Odete Roittman”.

 

Uma remontagem, a peça foi carro-chefe da dupla Liu Arruda-Ivan Belém - estrelada por eles no final da década de 1980 –  e que retorna aos palcos com a mesma atualidade e vigor. Por dez anos a dupla a encenou em teatros, auditórios, bares e residências, sempre com absoluto sucesso.

 

O espetáculo integra o repertório do primeiro coletivo de teatro de rua de Mato Grosso, o Grupo Gambiarra, criado por Ivan Belém, no final dos anos 1970, como um grupo de teatro voltado à realização de espetáculos voltados ao público infantil. Nos anos 1980 protagonizou um dos períodos mais férteis e criativos da cena no Estado, somando à sua formação, Liu Arruda, Meire Pedroso, Claudete Jaudy, Vital Siqueira – em cena na remontagem -, Mara Ferraz e Augusto Prócoro, dentre outros.

 

O ator e diretor de teatro, Ivan Belém, destaca que o grupo sempre se destacou pelo foco na realidade local, com atores cuiabanos, divulgando a cultura mato-grossense. “Os textos levados aos palcos e ruas sempre privilegiaram a literatura local, com destaque para Luiz Carlos Ribeiros, Tereza Albues e Marilza Ribeiro, entre outros”, conta. Sobre o espetáculo, declara: “Vespa 7 é uma comédia de costumes. Beirando à farsa, consegue fazer a plateia dar boas risadas de situações que poderiam ser dramáticas”.  

 

Ingressos à venda na bilheteria do Cine Teatro Cuiabá em horário comercial, de segunda-feira a domingo e ainda, na Casa de Festas do Pantanal Shopping e Goiabeiras Shopping.

 

Conheça os personagens:

VESPA 7 (Demétrio Arruda) – É o apelido que Vespasiano ganhou ao matar um desafeto com 7 facadas. Condenado, há vários anos de prisão, conhece no Presídio do Carumbé a assistente social Ramona, com quem se casa mais tarde. Típico malandro, quer se dar bem na vida às custas da mulher, mas encontra forte oposição da sogra, a professora Vitorina, com quem trava tremenda guerra.

 

RAMONA (Vital Siqueira) – Última filha solteira da professora Vitorina, Ramona é uma assistente social, de meia idade, porém ingênua, que se apaixona perdidamente por Vespa 7, enfrentando a tudo e a todos para viver essa paixão. 

 

PROFESSORA VITORINA (Ivan Belém) – Mãe de Ramona, professora aposentada, aparente defensora da tradicional família brasileira, vê ruir o seu sonho de um casamento perfeito para a sua filha. Alimenta um ódio mortal por Vespa 7.

 

DR. SANDOVAL (Messias Bruxo) – Fazendo a linha dura, na verdade é um delegado corrupto, que interfere também para atrapalhar o romance de Vespa 7 e Ramona.   

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO