Mato Grosso, 19 de Julho de 2019
Economia / Agronegócio
Indústria sinopense se destaca no processamento da castanha do Brasil
19.06.2019
09:51
FONTE: Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto por Assessoria

Os técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), em continuidade às visitações às agroindústrias do município, estiveram hoje (12/06) na indústria Borello Alimentos, que é responsável pelo processamento da Castanha do Brasil. Em 2018, a empresa processou 700 toneladas do produto. Estados como São Paulo e Rio de Janeiro importam da empresa sinopense.

 

Segundo o gerente da indústria, Daniel Pagliari, para garantir a qualidade e as propriedades da castanha, a empresa tem seu funcionamento sazonal. "O ciclo da castanha começa em novembro e vai até meados de abril. No entanto, a empresa começa seu funcionamento em janeiro, pois o fruto ainda está verde e precisa chegar num nível de umidade. Dependendo da safra, o beneficiamento ocorre até outubro", informou.

 

Para o secretário Billy Dal Bosco, a empresa tem preocupação com a conservação da floresta e é incentivadora do extrativismo sustentável. "O trabalho desta empresa é muito importante porque está fomentando a preservação das castanheiras, através da valorização de quem colhe, com a garantia da compra do produto. Temos que incentivar e valorizar empresas inovadoras como esta", ressaltou.

 

Na empresa, o ciclo do processamento é por completo. As cascas são destinadas para a combustão, e, as castanhas fora de padrão, são destinadas para fábrica de ração animal. 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO