Mato Grosso, 22 de Setembro de 2017
Mato Grosso
Menina que bebeu soda cáustica que teria sido dada por amiga recebe alta em Cuiabá
15.07.2017
07:52
FONTE: G1MT

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: G1MT

A menina de 11 anos que bebeu uma mistura de soda cáustica com limpa alumínio que teria sido dada por uma amiga de escola de 13 anos recebeu alta nessa quarta-feira (12). Ela estava internada desde o dia 28 de junho, já que teve parte do estômago e do esôfago corroídos pelas substâncias. Um inquérito sobre o caso está em andamento na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

 

Inicialmente, a vítima ficou hospitalizada no Pronto-Socorro da capital, mas no dia 7 de julho foi transferida para a Santa Casa de Misericórdia, de onde foi liberada para ir para casa. Entretanto, ela ainda está tomando remédio para ajudar na cicatrização e só pode ingerir comida em forma pastosa até a cicatrização completa das feridas, o que deve ocorrer entre 30 e 40 dias.

 

"No geral ela está bem, não está reclamando de dores. Mas precisa tomar cuidado, só pode comer papinha", disse a mãe da menina, a confeiteira Elaine Cristina Alves de Souza. Ela explica que ainda não foi descartada a hipótese de que a filha faça uma cirurgia. "Vai depender do quanto o esôfago vai contrair, segundo os médicos".

 

A menina contou à família e à polícia que ingeriu a líquido com soda cáustica e limpa alumínio no dia 27 de junho. A vítima tinha saído da escola e pegado um ônibus. Quando desceu do coletivo, uma amiga dela ofereceu uma bebida, dizendo que era vinho. A criança tomou e, quando chegou em casa, estava vomitando sangue e com cãibra na região abdominal.

 

A bebida teria sido dada por ciúmes, disse Eliane. Isso porque a filha dela teria sido vista pela amiga conversando com o menino de quem ela gosta. A confeiteira contou também que a mãe da suspeita pediu a transferência dela de escola.

 

Investigação

A DEA abriu investigação sobre o caso e já ouviu a adolescente suspeita de ter dado a bebida à menina. Ela negou ter feito isso e foi liberada pela polícia. Entretanto, poderá responder a ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio. Um adolescente também é suspeito de ter sido o responsável por ter preparado a bebida.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO