Mato Grosso, 17 de Outubro de 2019
Economia / Agronegócio
Milho: Bolsa de Chicago abre a sexta-feira estável para os contratos futuros
20.09.2019
09:07
FONTE: Guilherme Dorigatti | Notícias Agrícolas

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Exportações americanas sustentaram as cotações. - Foto: Pixabay

    Exportações americanas sustentaram as cotações. - Foto: Pixabay

A sexta-feira (20) começa com estabilidade para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações máximas de 0,25 pontos negativos por volta das 08h54 (horário de Brasília).

 

O vencimento dezembro/19 era cotado à US$ 3,72 com queda de 0,25 pontos, o março/20 valia US$ 3,84 com estabilidade, o maio/20 era negociado por US$ 3,91 com baixa de 0,25 pontos e o julho/20 tinha valor de US$ 3,97 com perda de 0,25 pontos.

 

Segundo informações da Agência Reuters, o contrato de milho CBOT estava a caminho de um ganho semanal de 1,2%, uma vez que as exportações semanais norte-americanas acima do esperado sustentavam o sentimento.

 

“As exportações de milho americano foram muito boas. Ganhos adicionais serão limitados, a menos que haja problemas com a safra dos EUA”, disse um trader de Cingapura.

 

O número de vendas semanais de milho ficou em 1,465 milhão de toneladas, com o México sendo o principal destino. O mercado, porém, esperava algo entre 900 mil e 1,3 milhão de toneladas. No acumulado da temporada, as vendas norte-americanas do cereal são de 8,665 milhões de toneladas, 48% menor do que no mesmo período da temporada anterior.

 

Além disso, “prevê-se um clima ameno no Centro-Oeste dos EUA durante pelo menos os próximos 15 dias. Chuvas acima do normal nesse período podem ajudar as lavouras que não têm umidade este mês, mas também podem atrasar algumas colheitas precoces”, aponta Nigel Hunt da Reuters Londres.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO