Mato Grosso, 24 de Abril de 2017
Mato Grosso
Operação integrada combate clonagem e financiamento fraudulento de veículos em Confresa
20.04.2017
16:21
FONTE: Assessoria | PJC-MT

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • confresa 20(1)

    Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva (Foto: Assessoria)

Uma organização criminosa que agia clonando e alienando veículos furtados, roubados ou decorrentes de financiamento fraudulentos foi desarticulada na operação integrada Clone, deflagrada na quarta-feira (19), na cidade de Confresa (1.160 km a Nordeste).

 

Na lista dos integrantes do grupo criminoso figuravam, inclusive, proprietários de revendedoras de veículos situadas no município. Dentre os 04 (quatro) presos está um advogado que reside e atua na cidade de Barra do Garças.

 

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva, além da lavratura de um auto de prisão em flagrante delito pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e de um termo circunstanciado de ocorrência de natureza favorecimento pessoal.

 

Apreensão

Durantes os trabalhos foram apreendidos 01 (uma) arma de fogo, tipo espingarda, calibre 22 e as munições respectivas, bem como documentos (CRLV, CNH e procurações), celulares e computadores, os quais serão submetidos a exame pericial, com o fito de robustecer os elementos probatórios colhidos durante a atividade investigativa.

 

O Delegado Regional de Confresa, Marcos Leão, que coordenou a operação, explicou que esse tipo de investigação continuará, visando combater os criminosos que estão levando veículos de origem ilícita para o Polo Regional de Confresa e disseminando outra série de delitos a eles relacionados, principalmente receptação, cujos autores, em princípio, pessoas de bem, também estão sendo presas rotineiramente na região.

 

A ação em Confresa está inserida dentro dos trabalhos da Operação Bairro Seguro, deflagrada na quarta-feira (19) pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) nos 141 municípios do Estado.  A operação Clone mobilizou investigação durante vários meses com o objetivo de reprimir a clonagem de veículos (dublê), falsificação de documentos veiculares e de carteira nacional de habilitação, além de procurações.

 

Ação conjunta

A operação Clone mobilizou cerca de 50 policiais, civis e militares, 14 viaturas e foi desencadeada pela Delegacia Regional de Confresa, com apoio das Circunscritas de Vila Rica, Porto Alegre do Norte e Confresa, em conjunto com o Grupo Armado de Resposta Rápida (GARRA), Força Tática, Rotam (unidades da Polícia Militar), e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). A Delegacia Regional de Barra do Garças também prestou apoio nos trabalhos.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO