Mato Grosso, 20 de Abril de 2019
Mato Grosso
Prefeito afastado diz que pagou 'mensalinho' a vereadores para obter apoio político em MT
12.02.2019
17:32
FONTE: G1 MT

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Agnaldo Rodrigues (PP), teve o mandato cassado — Foto: AMM/Divulgação

    Agnaldo Rodrigues (PP), teve o mandato cassado — Foto: AMM/Divulgação

O prefeito de Rondolândia, a 1.600 km de Cuiabá, Agnaldo Rodrigues de Carvalho, afastado do cargo por determinação da Justiça, confessou que pagava, desde 2017, uma espécie de “mensalinho” a um grupo de vereadores em troca de apoio político. T

 

“Os calores eram pagos do meu bolso. Não tinha data nem valor definido. Eles abriam Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), incentivavam a população a denunciar qualquer coisa que eles pudessem usar para me chantagear. Foi complicado, porque acabei me sentindo sozinho e decidi denunciar o fato ao Ministério Público Estdaual (MPE)”, afirmou o prefeito.

 

Após a denúncia, a Justiça decretou a prisão de três parlamentares. Lígia Neiva foi presa nessa segunda-feira (11) dentro da Câmara de Rondolândia. Já Joaquim da Cruz se entregou nesta terça-feira (12).

 

O terceiro vereador que teve a prisão decretada é o presidente da Câmara, Diones Miranda Carvalho, que permanece foragido.

 

Conforme o MPE, o prefeito alegou em depoimento que cedeu à chantagem feita pelos vereadores e passou a pagar, pessoalmente ou por meio de outras pessoas, dinheiro para manter sua sustentabilidade política em Rondolândia. O depoimento está em consonância com outras provas, a exemplo da oitiva de testemunhas e comprovantes bancários.

 

Investigação

De acordo com os autos, desde que assumiu a Prefeitura de Rondolândia, em 2017, o prefeito sofreu diversos entraves na administração de um grupo de vereadores.

 

Os parlamentares cobravam espaço no Executivo, com a nomeação de secretários por eles indicados, alojando cabos eleitorais em cargos comissionados, bem como o pagamento de determinada quantia em dinheiro a título de 'apoio' político junto ao Parlamento municipal.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO