Mato Grosso, 13 de Outubro de 2019
Economia / Agronegócio
Produtores lançam Movimento Mato Grosso Forte e fortalecem cobrança por gestão eficaz
15.04.2019
13:45
FONTE: Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • abertura norte show

    Lançamento aconteceu durante abertura do Norte Show - Foto: Divulgação

Os produtores de soja e milho de Mato Grosso lançaram, na manhã desta segunda-feira (15.04), o "Movimento Mato Grosso Forte - Quem paga imposto cobra resultado". Segundo os produtores, o movimento é uma luta legítima de quem ajuda o Estado e está sendo sacrificado por uma gestão ineficiente dos recursos públicos, que se arrasta há anos em Mato Grosso.

 

O lançamento ocorreu durante a solenidade de abertura da feira Norte Show, em Sinop, com a presença de autoridades políticas, representantes de entidades do setor agropecuário, produtores rurais e sociedade em geral.

 

 O apelo dos produtores se baseia, principalmente, em razão das péssimas condições das rodovias estaduais - utilizadas não apenas para o escoamento da produção -, como no uso diário de milhares de mato-grossense, conforme levantamentos realizados pelo Movimento Pró-logística e pela Aprosoja, e da falta de investimentos na manutenção e construção de rodovias. 

 

Com base no descontentamento que se arrasta há anos, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) abraçou a causa e está defendendo a cobrança da gestão eficaz e do fim do desvio do recurso do Fethab, que, neste ano, sofreu uma alteração impactando negativamente nas questões de infraestrutura e logística de Mato Grosso, devido a redução do valor a ser investido nessa área. 

 

"De que adianta sermos o maior produtor de grãos do país se na hora de escoar a produção o que temos são estradas precárias? De que adianta pagarmos tantos impostos se na hora de recebermos de volta o que é de direito, não temos o mínimo necessário? Os produtores de soja e milho de Mato Grosso exigem respeito a quem trabalha e produz. Está na hora de virar a página da inércia e exigirmos a aplicação correta do dinheiro que contribuímos com Estado", diz trecho do vídeo que circula nas redes sociais, e conclama os produtores a participarem de um ato marcado para o dia 15 de maio, em Cuiabá. 

 

"O lançamento do Movimento Mato Grosso Forte representa um marco para o Estado que padece pela má gestão dos recursos públicos. Em especial, nós, produtores de soja e milho, cansamos de tentar o diálogo, de fazer propostas como foi feito ao longo dos últimos meses para evitar que houvesse o desvio na destinação dos recursos do Fethab. Além disso, a taxação sobre o milho veio para inviabilizar a produção e nao podemos aceitar isso. Ao longo do mês vamos reunir nossos produtores, mobilizar e debater esses e outros assuntos que afetam a vida do cidadão que trabalha e produz e está cansado da inércia, até culminar no ato no dia 15 de maio", afirma o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO