Mato Grosso, 24 de Julho de 2017
Mato Grosso
Qualificação e empreendedorismo são esperança de nova vida
20.03.2017
15:59
FONTE: Aline Coelho | Setas/MT

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Gustavo e Márcio se inscrevem para curso gratuito
Uma ideia, um pouco de dinheiro, vontade, e a oportunidade de um curso de qualificação que transformará essa receita em empreendimento. Esse é o plano de Gustavo Rodrigues Brauno, 21 anos, que se inscreveu em um curso de processamento de carnes, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), durante a Caravana da Transformação, em São José dos Quatro Marcos.

Gustavo concluiu o curso de Economia pela Unemat de Sinop e estuda MBA em Gestão de Negócios. O jovem planeja empreender junto ao padrasto Márcio Candido da Silva, que é produtor de queijo. “O nosso projeto é unir o conhecimento que já temos e abrir uma hamburgueria, inspirados nos carrinhos de rua, com simplicidade e bom atendimento, mas com algumas inovações”.

As vagas de qualificação oferecidas durante os “dias D” da Caravana são resultado de uma parceria da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas) e Senar. Gustavo e o padrasto Márcio se inscreveram no Treinamento de Transformação Caseira de Produtos de Origem Animal em Embutidos e Defumados de Carne Suína. A qualificação com carga horária de 40h acontece em período integral, outro curso sobre a transformação de frango também foi ofertado.

A parceria com o Senar também proporcionou oficinas de Planejamento e Aproveitamento dos Alimentos, Beneficiamento de Hambúrguer, e de Horta Vertical, durante a Caravana, nos dias 10 e 11 de março.  

Bernadete Rigoni da Silva possui plantação de flores e plantas medicinais, agora quer iniciar a plantação da horta vertical para se alimentar de maneira mais saudável. “Tenho quatro cachorros e eles às vezes comem as plantas, por isso optei pela horta vertical. Aprendi coisas novas, como adubos caseiros e como evitar pragas que consomem a horta”.

As irmãs Marilda e Marilza Alves são professoras da rede estadual, pretendem trabalhar a horta com as turmas nas quais atuam. Marilda leciona geografia e sociologia na Escola Estadual João Saito e quer voltar a trabalhar com os estudantes esse projeto, “é importante que os alunos saibam de onde vem e como são produzidos os alimentos que estão consumindo”.

Por sua vez, a irmã Marilza é professora de História na Escola Estadual Bento Alex, na comunidade rural Santa Fé, em Quatro Marcos. Na localidade, a maioria das pessoas possuem conhecimentos sobre agricultura, e a educadora toma a informação do assunto como algo essencial para o desempenho do trabalho. 

Entre os cursos de estética, a novidade bambu terapia chamou a atenção do público da Caravana. Mais de 800 pessoas foram atendidas por 20 alunos nessa modalidade estética durante os “dias D”. A oficina foi realizada pela Escola Galvan de Cabeleireiro e a Setas, e promove a possibilidade de empreender precisando apenas de um item, o bambu. Ao todo, 116 pessoas foram qualificadas nos cursos de estética durante a 5ª edição do evento.

Mais oportunidades de empreender com pouco aconteceram na Caravana. A servidora da Setas, Jailce Rodrigues, compartilhou conhecimentos sobre duas técnicas, a de bonecos de pano e chinelos decorados. “A matéria prima desses produtos é de baixo custo e eles são de simples reprodução”. 

Darlei Leite Pereira está desempregada, e por isso aproveitou as oportunidades da Caravana. “É a primeira vez que aprendo um artesanato, as técnicas que a professora ensinou são fáceis de fazer e sem emprego vou fazendo isso pra completar a renda”.  

Enquanto para Marlene dos Santos a aula de artesanato é uma terapia, ela trabalha a semana inteira como empregada doméstica, e como mora sozinha, acredita que atividade irá ocupar o seu tempo livre.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO