Mato Grosso, 23 de Janeiro de 2019
Nacional / Internacional
Remédio para doença rara passa a ser ofertado pelo SUS
04.01.2019
00:16
FONTE: Governo do Brasil

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • da153565_acd1_4b2b_a949_ec0f41687a2f

    Doença é rara e é causada por problemas nos genes, afetando o processamento de proteínas pelo fígado - Foto: Arquivo/Agência Brasil

Pacientes gestantes e que desejam engravidar terão acesso pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ao dicloridrato de sapropterina, medicamento a quem é portador da fenilcetonúria (FNC). Doença rara e genética, a FNC provoca anomalias no fígado, que tem dificuldade para processar proteínas presentes em animais e vegetais.

 

Conforme se acumulam no organismo, as moléculas podem provocar intoxicações. O remédio é associado a uma dieta restritiva e à introdução de vitaminas e minerais para combater as consequências da anomalia. Testes clínicos com a medicação indicaram que ela é mais eficaz em mulheres.

 

Números

Levantamento da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) aponta que um em cada 12 nascidos vivos são acometidos pela doença, que é diagnosticada com o Programa Nacional de Triagem Neonatal, o teste do pezinho, que também é ofertado pela rede pública. O tratamento para doenças raras, como a fenilcetonúria, é oferecido pelo SUS.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO