Mato Grosso, 19 de Junho de 2019
Variedades
Silicone eleva chance de inflamação por trauma, como em Gracyanne
28.12.2018
09:30
FONTE: R7

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • gracyanne_barbosa_26122018163513996

    Gracyanne Barbosa teve inflamação no seio direito causada por trauma Reprodução/Instagram

O uso de próteses de silicone aumenta a chance de inflamação por trauma, como ocorreu com Gracyanne Barbosa, segundo o cirurgião plástico Ronaldo Soares, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

Ele explica que os seios ficam mais suscetíveis ao problema devido ao espaço criado para a colocação do material.“O trauma causa um sangramento. No caso de prótese mamária, esse acúmulo de sangue pode ocorrer na cavidade onde está a prótese mamária, provocando inflamação. Esse acúmulo de sangue pode servir de cultura para bactérias, resultando em uma infecção bacteriana”, explica.

 

A musa fitness Gracyanne Barbosa, 35, divulgou, por meio de sua assessoria de imprensa, nesta quarta-feira (26), que teve uma inflamação no seio direito, provocada por trauma, e que está tratando com antibióticos.

 

De acordo com o cirurgião plástico, tudo indica que ela teve uma infecção bacteriana já que está tratando com antibióticos. “Além de exames físicos, ultrassom e ressonância magnética, geralmente são realizados exames de sangue para verificar se há infecção por bactéria, que é sinalizada pelo aumento dos glóbulos brancos, células de defesa do organismo”, explica.

 

Segundo ele, inflamação em seios de silicone por trauma não é incomum. Já em seios naturais, é raro. Isso devido à cavidade existente no caso do uso de próteses mamárias. “Nos seios naturais as glândulas estão grudadas no músculo peitoral e o sangue do trauma fica infiltrado nos tecidos”, afirma.

 

Seios esquentam e mudam de cor com inflamação

Os principais sintomas de inflamação nos seios de silicone são dor intensa em apenas um dos seios, aumento de volume em apenas um dos seios, mudança da coloração (fica avermelhado) e de temperatura (quente).

 

“Já quando há infecção bacteriana há mal-estar, febre e pode sair pus. Neste caso, é preciso retirar a prótese mamária pelo período de um a três meses até que seja controlada a infecção”, explica.

Soares ressalta que é recomendado que se evite atividade física durante um mês após infecção bacteriana. “Mas essa conduta varia de acordo com cada cirurgião”.

 

No caso de Gracyanne, após passar por um hospital no Rio de Janeiro, onde foi diagnosticada e medicada, ela já voltou às atividades normais, inclusive à academia, conforme publicado em suas redes sociais.

 

Para prevenir traumas em seios de silicone, o médico orienta evitar atividades físicas de grande impacto.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO