Mato Grosso, 13 de Dezembro de 2019
Economia / Agronegócio
Soja cai forte com números do USDA
13.08.2019
08:16
FONTE: Agrolink - Leonardo Gottems

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Reprodução

    Foto: Reprodução

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na segunda-feira (12.08) baixa de 12,25 pontos no contrato de Setembro/19, fechando em US$ 8,6675 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 12,00 e 12,50 pontos.

 

Os principais contratos futuros tiveram uma sessão de forte queda de preços no mercado norte-americano de soja, após a divulgação do novo relatório de Oferta e Demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Por um lado o USDA reduziu a produção esperada nos EUA para 100,1 milhões de toneladas (eram 104 MT em Julho), o que gerou quedas nos estoques finais da Safra 2019/20. 

 

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, porém, o departamento voltou a reduzir a projeção de demanda chinesa: “No Brasil os efeitos são limitados pela continuidade da Guerra Comercial EUA x CHINA, que segue concentrando a demanda asiática. Isso mantêm os prêmios aquecidos e compensa as quedas na CBOT, o que junto com o dólar em alta frente ao Real mantêm ofertas interessantes aos produtores brasileiros”.

 

“Neste segundo semestre, a disputa entre exportadores e a indústria local também será favorável aos preços. O que merece mais atenção são as vendas de soja para 2020, tendo em vista os elevados riscos ainda presentes, vindos principalmente da demanda depreciada pela Febre Suína Africana na China, os altos estoques americanos, o movimento cambial e uma possível mudança no longo prazo para o cenário da Guerra Comercial”, concluem os analistas da ARC Mercosul.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO