Mato Grosso, 20 de Novembro de 2017
Esportes
Surpresa de Ceni, Morato será torcedor do São Paulo na casa rival: "Confiantes"
20.04.2017
16:31
FONTE: G1

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • morato_x_sobis

Morato não poderá defender o São Paulo contra o Corinthians, neste domingo, na arena do rival, pelo segundo jogo da semifinal do Paulistão. Mas isso não o impedirá de ser um representante da arquibancada tricolor na casa alvinegra, mesmo com o decreto de torcida única para clássicos.

 

– É ruim ficar fora em qualquer momento. Vou ficar fora da partida, mas estarei na Arena. Serei um jogador a mais lá em Itaquera. Com certeza (estarei na torcida) – afirmou o atacante, que viralizou na internet não só pelas boas jogadas, mas pela encarada que deu em Rafael Sóbis.

 

– Foi ali dentro de campo. Ele tentou me desestabilizar, foi minha forma de reagir. Virou um fato engraçado (risos). Tranquilo, nada pessoal. Nada além do que aconteceu dentro de campo.

 

Surpresa do técnico Rogério Ceni na escalação contra o Cruzeiro, Morato deu assistência para Lucas Pratto e teve estreia acima da média. O Tricolor venceu por 2 a 1 no Mineirão, mas acabou eliminado na quarta fase da Copa do Brasil. Agora, a receita para reverter a mesma desvantagem de 2 a 0 é propor o jogo. Nesse caso, porém, o gol fora de casa não é critério de desempate.

 

Como jogar, Morato?

 

– (Com) Muita vontade de propor o jogo e enfrentar o adversário de igual para igual. Não pode ser diferente contra o Corinthians, ainda mais com dois gols de desvantagem. Não posso falar pelo lado deles (sobre como o Corinthians chega para o clássico). Mas pelo que apresentamos em Belo Horizonte, estamos muito confiantes para essa partida.

 

No fim da entrevista coletiva desta quinta-feira, no CT da Barra Funda, Morato foi questionado a respeito de Rodrigo Caio. O zagueiro é o assunto da semana.

 

Ele teve atitude de fair play no primeiro Majestoso, no Morumbi, onde se acusou para cancelar cartão de Jô, e falhou no Mineirão, onde perdeu o tempo de bola e fez a falta em Arrascaeta que originou o gol decisivo de Thiago Neves. Uma coisa influenciou a outra?

 

– Não. Estou aqui há 10 dias. Pelo pouco tempo com o grupo, ele me aparenta ser um cara bem tranquilo. Bem relacionado e influenciado pela família. Essas questões têm a ver com o que ele é. Se ele teve a atitude de falar para o árbitro, tem mais a ver com a índole dele do que com qualquer situação.

 

Sem Morato e Bruno, mas com a volta de Thiago Mendes (suspenso na Copa do Brasil), o São Paulo se prepara para o Majestoso decisivo na arena.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO