Mato Grosso, 31 de Outubro de 2020
Variedades
Moda praia na terceira idade: biquínis ideais para todas as mulheres
25.09.2020
FONTE: Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Moda praia na terceira idade: biquínis ideais para todas as mulheres

A moda praia não é totalmente inclusiva, principalmente para mulheres de terceira idade, que, ainda em 2020, chamam atenção pelo simples fato de vestirem um biquíni

 

Inês Galvão, atriz dos anos 1980, virou pauta de veículos jornalísticos no início de agosto depois de postar nas redes sociais uma foto tomando sol. "Quem disse que aos 61 anos não posso usar biquíni?", questionou em seu perfil. 

 

O fato de uma mulher causar polêmica apenas por aparecer publicamente com uma roupa de banho diz muito sobre como é a relação da moda com este nicho do público feminino. 

 

Muitas vezes, fica a ideia de uma regra geral que estabelece que quem chega à terceira idade só pode vestir maiôs, peça que oferece maior cobertura ao corpo. 

 

No entanto, o biquíni deve ser usado por todas aquelas que desejam aproveitar as vantagens deste modelo, como garantir um bronzeado harmônico e aproveitar a grande variedade disponível no mercado. 

 

Uma dica é investir nas peças da moda praia que valorizam todo tipo de corpo. Assim, a mulher poderá se sentir mais confortável na praia ou piscina, não importando qual a sua idade. 

 

Biquíni de cintura alta

O biquíni de cintura alta é uma opção estratégica para quem ainda se sente exposta sem o clássico maiô.

 

O estilo cobre bastante o abdômen, podendo alcançar até acima da linha da cintura, fazendo com que a pessoa mostre menos a pele. 

 

É um corte ideal para quem quer disfarçar a região da barriga e, ao mesmo tempo,  trazer elegância ao look. 

 

Também chamado de hot pants, o modelo foi muito usado na década de 1940 e voltou com força total nos últimos anos. Conforto, cobertura e elegância são as palavras-chaves para o biquíni de cintura alta.

 

Biquíni cavado

Outro estilo que bombou em décadas passadas foi o biquíni cavado, principalmente nos anos de 1980. Mas, assim como no primeiro caso, voltou à moda, passando a ser muito usado também nos dias de hoje. 

 

Essa peça é um pouco mais ousada, porém pode vestir bem diversos perfis de corpos. Quase como um oposto ao fio dental, este tipo de biquíni é cavado na parte frontal da calcinha. 

 

O corte valoriza bastante as pernas e a região do quadril, além de ser uma tendência que está super em alta, ou seja, garante modernidade para o look de praia. 

 

Biquíni cortininha 

Nos dois exemplos anteriores, o que definia o estilo dos biquínis era a parte de baixo - a calcinha. Porém, é muito importante se atentar ao sutiã do conjunto, que também faz grande diferença na modelagem do corpo. 

 

É o caso do biquíni cortininha. O corte, um dos mais populares, é caracterizado pelo formato triangular das taças, que ficam presas a uma longa linha, abaixo da região dos seios. 

 

O estilo permite que a mulher possa regulá-lo da forma que preferir, oferecendo bastante cobertura ou deixando o tecido bem estreito. Por isso, é uma peça eclética e versátil, que atende seios dos mais diversos tamanhos. 

 

Biquíni babado 

Os babados podem aparecer tanto na parte superior - o sutiã, quanto na inferior - a calcinha, sendo aplicados no bojo, na alça, na lateral ou na região traseira.

 

É um detalhe que compõe um visual mais romântico e ajuda a destacar as partes preferidas do corpo.

 

Por exemplo, se uma mulher gosta do seu busto, escolher uma peça superior com babados pode ajudar a destacar a região, chamando a atenção e o olhar para este ponto.

 

O mesmo acontece com o quadril quando se tem babados na calcinha. Existem diversos modelos e detalhes que carregam o estilo e podem favorecer o corpo de todas as mulheres. 

 

 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

ARTIGOS RELACIONADOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO