Mato Grosso, 19 de Abril de 2024
Mato Grosso

Apicultores recebem materiais como incentivo para a produção de mel

02.03.2024
08:38
FONTE: Ascom Prefeitura/Gabriela Corsino e Patrícia Kluge

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  •  Foto: Ascom Prefeitura/Andrew Aragão

    Foto: Ascom Prefeitura/Andrew Aragão

Objetivando diversificar ainda mais as atividades do agronegócio, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, realizou a entrega de material para os apicultores do Programa Municipal de Apicultura (Apilucas) na manhã desta sexta-feira (1º), no Horto Florestal.

Ao todo, os apicultores receberam 60 caixas de abelha, do modelo colmeia, 60 caixas de abelha, de modelo captura e 200 kg de ração para abelhas. O investimento é com recursos próprios do Município de mais de R$ 20 mil.

“Nós só estamos fazendo aquilo que sabemos que é o necessário e preciso, além de realizar o pedido do prefeito Miguel Vaz que nos incumbiu de darmos o cuidado necessário e o investimento que for viável para os apicultores. Dentro disso, totaliza-se 200 caixas para os produtores desde o ano passado. Nós sabemos que o mel produzido é comercializado facilmente e precisamos incentivar as atividades”, pontua secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Paulo Nunes.

A ação também conta com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que concede um técnico para visitação aos pequenos produtores. O profissional auxilia e faz um levantamento das demandas dos apicultores a fim de melhorar a qualidade da produção.


“A apicultura em todo lugar é marginalizada porque as pessoas veem como uma segunda atividade. Porém, o mel tem alto valor agregado, com facilidade para venda e os produtores podem sim se tornar uma atividade principal, e nós estamos aqui para ser esse apoio. Esse material entregue pela Prefeitura veio em boa hora para que os apicultores se fortaleçam, mas também para a nutrição das abelhas, para que no período onde as folhadas diminuem, as abelhas busquem fonte de alimento no lugar correto”, discorre consultor do Senar MT, Sidnei Miranda.

Franco Roberto Bilibio é um dos produtores do mel que viu o incentivo como um ajuda importante. “Eu sou produtor há 14 anos e nós necessitava dessa ajuda. A vinda desse recurso foi um abraço importante, nós não tínhamos a experiência com a venda, e agora com a Prefeitura e o Senar as coisas começam a andar. Esse apoio vai nos fortalecer no mercado de trabalho”, explica apicultor.

Para participar do programa é necessário que o interessado tenha um apiário e procure a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente para o agendamento de um técnico do Senar para a visitação na propriedade e início do acompanhamento.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ENVIE SEU COMENTÁRIO