Mato Grosso, 08 de Maio de 2021
Política
Bolsonaro reforça compromisso em reduzir desmatamento ilegal até 2030
23.04.2021
09:06
FONTE: Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Agência Brasil

    Foto: Agência Brasil

Como promessa de campanha na corrida eleitoral pela presidência dos Estados Unidos, o presidente norte-americano, Joe Biden, deu início nesta quinta-feira (22) à Cúpula de Líderes sobre o Clima. O presidente Jair Bolsonaro foi uma das 40 lideranças convidadas para fazer parte do encontro. Por videoconferência, ele reforçou o compromisso em reduzir o desmatamento ilegal na região amazônica, até 2030, promessa que já havia formalizado em carta enviada ao líder dos EUA, na semana passada. 

 

Bolsonaro ainda destacou a importância do desenvolvimento sustentável para a Amazônia e colocou o Brasil à disposição para somar forças no combate às mudanças climáticas. 

 

Ao abrir o evento, Joe Biden confirmou o compromisso dos Estados Unidos em cortar 50% das emissões de gases que causam o efeito estufa, até 2030. No entanto, ele fez questão de destacar que o país é responsável por apenas 15% das emissões em todo o planeta. 

 

Já o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, prometeu cortar as emissões de carbono em 78% até 2035. O líder da China, Xi Jinping, disse que o país é parceiro dos Estados Unidos nos assuntos ambientais e pode cortar relações comerciais com países que não alcançarem as metas ambientais nas próximas décadas.

 

No Japão, o primeiro-ministro Yoshihide Suga elevou a meta de corte na emissão de gases poluentes em 46% até o fim da década. Essa é também a meta do Canadá, anunciada pelo primeiro-ministro Justin Trudeau.

 

 

A cúpula ocorre nesta quinta e sexta-feira (23). Diversos líderes de Estado fizeram a fala inicial, após a abertura do evento pela vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, e o presidente Joe Biden. A Cúpula de Lideres serve como um primeiro passo para o evento mundial das Nações Unidas, a Conferência do Clima, COP26, prevista para novembro, na Escócia. 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO