Mato Grosso, 20 de Abril de 2021
Política
Cattani ou Populo? Suplentes vão brigar na justiça por vaga de Fávero na AL-MT
16.03.2021
07:36
FONTE: Redação com Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Assessoria

    Foto: Assessoria

A decisão de quem vai ocupar a vaga deixada por Sílvio Fávero, que morreu no último fim de semana vítima da covid-19, deve parar na justiça.

 

O 1º suplente de deputado estadual, Gilberto Cattani, pelo PSL, Partido Social Liberal, já requereu a vaga de Fávero.

 

Segundo o presidente estadual da sigla, Aécio Rodrigues, Cattani está apto a assumir como deputado porque voltou ao PSL, depois de ter se filiado ao PRTB no ano passado. 

 

"Hoje a vaga é do Cattani que foi diplomado como 1º suplente e ele está filiado no PSL desde o dia 22 de fevereiro deste ano", explicou Aécio.

 

O presidente do partido disse ainda que o 2º suplente, Emilio Populo, deve entrar na justiça para assumir a vaga, alegando que Cattani, ao se desfiliar do PSL no ano passado, teria perdido também a 1ª suplência.

 

Cattani deixou o PSL no ano passado, para apoiar a candidatura de Reinaldo Moraes, do PSC, ao Senado, onde disputou como 1º suplente. Porém, voltou ao partido em fevereiro, após conversa com o deputado estadual Elizeu Nascimento, também do PSL.  

 

Diplomado como segundo suplente do Partido Social Liberal nas eleições de 2018, o médico Emílio Populo Souza Machado também requereu, nesta segunda-feira, a posse imediata no cargo de deputado estadual na vaga deixada por Silvio Fávero.

 

O documento do 2º suplente solicitando a vaga já está com o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Max Russi, do PSB.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO