Mato Grosso, 11 de Abril de 2021
Nacional / Internacional
Cientistas da Fiocruz detectam nova variante do coronavírus
24.03.2021
10:10
FONTE: Fabiana Sampaio, repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Divulgação

    Foto: Divulgação

Cientistas da Rede Genômica Fiocruz identificaram importantes alterações na estrutura de uma proteína do novo coronavírus em circulação no Brasil.

 

A proteína Spike é associada à capacidade de entrada do coronavírus nas células humanas e é um dos principais alvos dos anticorpos produzidos pelo organismo para bloquear o vírus.

 

Onze sequências genéticas apresentaram deleções, que seria uma perda de parte do material genético na região inicial da proteína e em quatro delas ocorreu uma inserção de alguns aminoácidos, informou Gabriel Wallau, que integra o Núcleo de Bioinformática da Rede Genômica e é pesquisador da Fiocruz-Pernambuco.

 

Os novos resultados, detectados a partir do sequenciamento genético, são provenientes de amostras coletadas de pacientes em sete estados: Amazonas, Bahia, Maranhão, Paraná, Rondônia, Minas Gerais e Alagoas. 

 

 

Os pesquisadores da Rede Genômica Fiocruz alertam que os achados destacam a necessidade urgente de ampliação da vacinação e de implementação de medidas farmacológicas eficazes, para diminuir a transmissão comunitária e o surgimento de variantes mais transmissíveis. E também apontam a necessidade de investimento em estudos do genoma do vírus e de eficácia das vacinas para as novas variantes como medidas fundamentais.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO