Mato Grosso, 02 de Dezembro de 2021
Mato Grosso
Circuito de reuniões com comunidades rurais define criação de cooperativa da agricultura familiar
25.11.2021
15:30
FONTE: Ascom Prefeitura/Aline Albuquerque

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Ascom Prefeitura/ Rayan Nicacio

    Foto: Ascom Prefeitura/ Rayan Nicacio

Depois de um circuito de reuniões realizadas em comunidades rurais, produtores definiram a criação de uma cooperativa, com apoio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, para os membros da agricultura familiar de Lucas do Rio Verde. As visitas foram feitas nas comunidades Cedro e Quatá, nesta semana. Os moradores da Comunidade 30 de novembro também participaram de uma reunião, no Paço Municipal.

 

Durante as visitas, os produtores foram ouvidos pela secretaria, que trabalha em várias melhorias para a agricultura familiar do município. Além de abastecer feiras e supermercados, os produtos também alimentam a merenda escolar de Lucas do Rio Verde. 

 

A Lei nº 11.947, determina que, no mínimo, 30% do valor repassado a estados e municípios pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) devem ser usados na compra de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar. 

 

Conforme a secretaria, os produtores estão entusiasmados para que a cooperativa finalmente se estabeleça, pois possibilitará incentivos na compra de insumos, melhores oportunidades de comercialização dos produtos, além de capacitar para a gestão de uma propriedade produtiva. 

 

“Eles poderão aprender novas formas de manejo para suas produções, pensando nos treinamentos que podemos desenvolver juntos. Na cultura do mel da nossa cidade, por exemplo, poderemos modernizar as técnicas e fortalecer nossa apicultura, com aumento da produção”, pontuou a chefe da pasta, a secretária Suzana Romancini. 

 

Neste momento, os produtores interessados em participar serão formalmente convocados para que o estatuto seja criado em conjunto, atendendo as necessidades da agricultura familiar. 

 

A Empaer (Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural) coordena as ações de criação da cooperativa e outros benefícios aos produtores junto ao Município.

 

Outro projeto que caminha em paralelo para atender a categoria é a Patrulha Agrícola, que consiste na cessão de veículos e maquinários por parte da Prefeitura para auxiliar os produtores no trabalho do campo, diminuindo a manufatura e possibilitando mais produção e tempo para gerir o negócio.

 

A secretaria aponta que também ajudará o agricultor na realização de testes, por meio de auxílio técnico, para aumentar sua capacidade produtiva e de culturas.

 

 

“Já temos os nomes para iniciar a cooperativa. Auxiliaremos a parte burocrática e a fazer a gestão junto aos associados para que eles consigam não só comprar melhor, mas vender melhor também. Pensaremos em outros atrativos para os produtores, formas diferentes de trabalhar, alternativas de processamento dos alimentos. Vamos reformular a agricultura familiar, eles são muito importantes para o nosso município e devem ser valorizados”, finalizou Suzana.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO