Mato Grosso, 12 de Agosto de 2022
Economia / Agronegócio
Com guerra na Ucrânia, exportações de milho do Brasil aumentam mais 200% em 2022
22.07.2022
16:05
FONTE: Redação com Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Agência Brasil

    Foto: Agência Brasil

De janeiro a junho deste ano, o Porto de Paranaguá, no Paraná, embarcou 221% a mais de milho em comparação ao mesmo período do ano passado.

 

Foram enviadas quase dois milhões de toneladas, ante as 600 mil toneladas no 1° semestre de 2021.

 

Os dados são da Portos do Paraná.

 

Só em junho, o volume exportado alcançou quase 355 mil toneladas.

 

A administradora ressalta, porém, que os embarques são provenientes dos estoques e não da safra nova, em colheita atualmente no Centro-Sul.

 

A empresa disse ainda que a necessidade de abrir espaço para receber a nova safra não é a única explicação para a alta. De acordo com a administradora, a guerra na Ucrânia "também impulsionou, e muito, os embarques, em especial nos últimos meses".

 

Em guerra, a Ucrânia não está conseguindo cumprir contratos de exportação do grão.

 

A Portos do Paraná explica que o Brasil entrou nessa quota de mercado porque ainda tinha estoques, com boas margens de preço. Ou seja, teve demanda e oferta", destaca a empresa.

 

O milho embarcado foi produzido basicamente em três estados: Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

 

 

Egito, Irã, Espanha, Coreia do Sul e Portugal são os principais países que compraram o produto exportado.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO