Mato Grosso, 20 de Setembro de 2020
Esportes
Coudet cita falta de pontaria e lamenta derrota do Inter para o Goiás: "Temos limitações"
14.09.2020
09:17
FONTE: Globo Esporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Coudet cita falta de pontaria e lamenta derrota do Inter para o Goiás: "Temos limitações"

    Coudet lamenta derrota para o Goiás — Foto: Marcos Ribolli

O líder Inter teve um jogador a mais desde os três minutos do primeiro tempo e ainda assim amargou uma derrota por 1 a 0 para o então lanterna Goiás neste domingo, no Serrinha, pela 10ª rodada do Brasileirão. E o técnico Eduardo Coudet não escondeu a frustração pelo resultado em sua entrevista coletiva após a partida.

 

Na análise, o treinador disse que faltou efetividade a sua equipe para concretizar um total de 17 finalizações - 11 delas no segundo tempo. Ele também afirmou ser difícil explicar uma derrota em que o rival finalizou apenas uma vez no gol. E saiu com a vitória.

 

- (O que mais frustra é) O resultado. Se faz a análise do jogo, nos faltou efetividade. É difícil explicar quando em uma finalização, você perde a partida. Fico mal. Não nos finalizaram mais. Não tiveram chegadas, chutes a gol. O Goiás se defendeu como pôde. Fez em boa forma. E as situações que tivemos, não pudemos converter. Isso é a dívida de não ter tido uma grande efetividade. Volto a repetir. Temos limitações. Mas vamos tratar de suprir e ser competitivos sempre - diz o treinador.

 

Coudet também tratou de explicar por que o Inter abusou tanto dos cruzamentos como única jogada para entrar na área do Goiás. De acordo com o técnico, as jogadas pelo lado eram a alternativa possível para tentar finalizações diante de um bloqueio com duas linhas de quatro armado pelo rival. Foram mais de 60 bolas aéreas na partida.

 

- Como geraríamos situações por baixo se as duas linhas estavam em frente à área? Ocorreu porque era a única maneira de entrar e ter uma finalização. Eles estavam muito atrás, com praticamente todos na área. Muito poucas vezes tivemos possibilidade de chutar de fora da área, de frente. Ter presença. Não foi algo planejado, não é o que nos caracteriza. Tentamos dobrar pelos lados e finalizar os cruzamentos. A bola por baixa, quando tivemos maior presença, não foi possível - explica.

 

Mesmo com a derrota, o Inter segue líder do Brasileirão, com 20 pontos. Mas agora volta o foco para a Libertadores.

 

Na próxima quarta-feira, às 19h15, a equipe recebe o América de Cali no Beira-Rio pela 3ª rodada da fase de grupos. Pelo Nacional, o próximo compromisso está marcado para o sábado, às 19h, contra o Fortaleza no Castelão, pela 11ª rodada.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO