Mato Grosso, 22 de Outubro de 2021
Economia / Agronegócio
IPC-S recua em seis de sete capitais na 2ª prévia de junho, diz FGV
18.06.2013
09:04
FONTE: G1

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S) da segunda prévia de junho de 2013 desacelerou em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (18).

A única capital a mostrar aceleração da taxa de inflação foi Salvador (de -0,11% para 0,06%). Em Brasília, o índice passou de 0,72% para 0,45%; em Belo Horizonte, e 0,48% para 0,41%, Recife, de 0,54% para 0,49%, no Rio de Janeiro, de 0,62% para 0,49%, em Porto Alegre, de 0,52% para 0,49% e em São Paulo, de 0,51% para 0,46%.

Considerando todos os locais, o índice ficou em 0,43%, taxa 0,05 ponto percentual abaixo da registrada na última divulgação.

Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimo em suas taxas de variação, com maior destaque partindo de alimentos (de 0,65% para 0,41%). Nessa classe de despesa, vale destacar o comportamento do item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de -0,78% para -3,01%.

Também registraram decréscimo em suas taxas de variação os grupos: vestuário (de 1,12% para 0,73%); saúde e cuidados pessoais (de 0,60% para 0,53%); educação, leitura e recreação (0,35% para 0,27%) e comunicação (de 0,27% para 0,20%).

De acordo com a FGV, em cada uma destas classes de despesa, vale citar o comportamento dos itens roupas (de 1,23% para 0,82%), medicamentos em geral (de 0,54% para 0,33%), show musical (de 1,23% para -0,83%) e pacotes de telefonia fixa e internet (de 1,03% para 0,39%).

Na contramão, mostraram altas os grupos: transportes (de 0,01% para 0,19%); habitação (de 0,59% para 0,63%) e despesas diversas (de 0,01% para 0,05%).


IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO