Mato Grosso, 06 de Agosto de 2020
Esportes
José Aldo aprova atuação contra Yan e diz ainda sonhar com título dos galos: "Penso muito nisso"
29.07.2020
09:48
FONTE: GloboEsporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • José Aldo aprova atuação contra Yan e diz ainda sonhar com título dos galos: "Penso muito nisso"

    (Foto: Reuters)

Desde que optou por descer para o peso-galo (até 61kg), José Aldo amargou derrotas contra Marlon Moraes e Petr Yan. No confronto contra o russo, dia 11 de julho, o ex-campeão dos penas foi nocauteado no quinto assalto, mas os reveses parecem não ter abalado sua confiança. Em entrevista exclusiva ao Combate.com, o lutador aprovou sua performance no UFC 251, assim como também ficou satisfeito com a atuação diante do compatriota, quando estreou na categoria.

 

- A última atuação, pelo fato da derrota, a gente não gosta muito, mas eu gostei bastante. Faltou colocar mais mão. No treinamento vinha desenvolvendo bastante minha mão e na luta não desenvolvi tanto. Mas foi mais mérito do adversário, que impôs o ritmo dele e pressionou do início ao fim, mas gostei bastante da atuação, chutei novamente, fiz as combinações que sempre fiz e faltou pouco. A luta estava 50 a 50, ele teve oportunidade no começo, depois tive a minha, mas não pude aproveitar. Gostei bastante da minha performance. Eu mirei grande na nova categoria e o resultado era grande, é assim mesmo. Estreei com Marlon, que é um grande adversário, número ,1 e depois fiz a luta pelo título com o Petr. Foi exatamente o que eu imaginava, mas é luta. A gente sempre quer ganhar. A gente tem um pensamento egoísta de sempre querer vencer, mas eu gostei bastante - analisou.

 

Empolgado para retornar ao octógono, Aldo evitou apontar nomes de sua preferência para ter como seu próximo adversário, mas declarou que pretende ter luta marcada ainda neste ano.

 

- Adversário eu não penso muito. Me preparo para lutar com os melhores. No dia que tentar escolher adversário, tenho que me aposentar. Quero lutar com os melhores, nunca escolhi nome, quero sempre os melhores. Quem for o melhor, é esse que quero enfrentar. Luto esse ano ainda, semana que vem volto a treinar e a fazer planejamento de tudo. Até novembro, no máximo em dezembro, quero fazer mais uma luta porque é assim que pego ritmo de novo nessa categoria.

 

Aos 33 anos e com três derrotas seguidas nos últimos confrontos, Aldo garante que a motivação para buscar o título do UFC novamente segue a mesma.

 

- Penso muito nisso. Como eu falo: a motivação é muita. Quem me conhece sabe o quanto treino e o quanto vou motivado para os treinos. É por isso, para ser campeão. As gerações vão trocando e a gente sempre se mantendo no alto também. A motivação continua alta e tenho o desejo de me fazer campeão dessa nova categoria para o meu legado. É por isso que treino forte, que eu luto, porque quero ganhar isso tudo.

 

Mesmo sem ainda ter conseguido um resultado positivo entre os galos, José Aldo disse que vai continuar na categoria e descartou um retorno aos penas

 

- Seguir na categoria, vou seguir. Para mim, é a minha categoria hoje, já conversei com o Dedé. A gente vinha falando isso, o corte de peso foi bem tranquilo, bati bem antes de novo. Estou muito mais tranquilo quanto a isso. Estou me alimentando melhor, fazendo dieta, isso está me rejuvenescendo, está me dando mas força e vigor físico. É voltar a treinar, voltar a vencer e ver o que será pra frente. É meu pensamento hoje. Quero ver onde errei pra melhorar cada vez mais e, no futuro bem próximo, a gente estar no topo de novo - concluiu.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO