Mato Grosso, 19 de Junho de 2024
Policia

Justiça manda a júri popular os acusados de sequestrarem e assassinarem adolescente em Lucas do Rio Verde

24.05.2024
09:25
FONTE: Redação

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • 24_novo_forum_lucas_credito_naiara_martins_3

A Justiça decidiu mandar a júri popular seis acusados de envolvimento no sequestro e assassinato de uma menina de 15 anos. O crime ocorreu no início de setembro do ano passado e o corpo da menor foi encontrado dias depois, enterrado em uma área de mata próxima ao bairro Tessele Junior.

 

 

Os réus serão julgados por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. Também responderão por sequestro, cárcere privado, organização criminosa, e ocultação e vilipêndio de cadáver. Todos ainda podem recorrer da decisão.

 

 

Em dezembro, policiais da Delegacia de Lucas do Rio Verde prenderam um dos acusados de envolvimento no crime. O homem de 35 anos foi indiciado junto com outros cinco investigados pelos crimes e estava com mandado de prisão expedido pela comarca de Lucas do Rio Verde. Ele foi preso no bairro Jardim das Palmeiras.

 

 

O corpo da jovem foi localizado, enterrado em uma cova rasa, no dia 9 de setembro do ano passado. A perícia da Politec apontou que a vítima foi alvejada com, no mínimo, seis disparos, sendo três na cabeça, e ainda foi decapitada. Quatro dias antes, ela desapareceu após ser sequestrada de sua residência, no Jaime Seiti Fujii, por dois suspeitos. Logo após o desaparecimento, a Polícia Civil prendeu dois envolvidos, que confessaram a participação no crime. A equipe recebeu informações de que o terceiro envolvido na ação criminosa estava se escondendo em um barraco, para onde a vítima foi levada após ser sequestrada.

 

 

No local, os policiais prenderam o terceiro criminoso, que confessou os crimes e relatou que junto com os comparsas, um deles o que forneceu o veículo usado no sequestro, levaram a vítima até o bairro Tessele Júnior. De lá, seguiram com a adolescente até a margem da mata e a entregaram a outros dois criminosos que tinham a missão de cometer o homicídio.

 

 

Um dos presos indicou aos policiais o ponto onde a vítima foi enterrada. Com auxílio do Corpo de Bombeiros e um cão farejador, foi localizada a cova com o corpo da vítima.

 

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ENVIE SEU COMENTÁRIO