Mato Grosso, 04 de Abril de 2020
Esportes
Lenda do kickboxing, Branko Cikatic morre na Croácia aos 65 anos
24.03.2020
08:32
FONTE: GloboEsporte

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Lenda do kickboxing, Branko Cikatic morre na Croácia aos 65 anos

    Branko Cikatic, Thom Harinck, Marco Ruas e Pedro Rizzo — Foto: Acervo Pessoal/Pedro Rizzo

Morreu na madrugada desta segunda-feira, em Solin, na Croácia, a lenda do kickboxing Branko Cikatic. Além de sofrer com o Mal de Parkinson, a saúde do ex-lutador vinha debilitada desde 2018, quando sofreu uma embolia pulmonar. Depois, passou a lidar com vários outros problemas de saúde e se locomovia apenas com ajuda de andador.

 

Pedro Rizzo, que treinou com Cikatic na academia Chakuriki, na Holanda, nos anos 90, lamentou o falecimento do amigo.

 

- Eu falava sempre com a filha dele, que ficava me informando como ele estava. Ele já vinha debilitado há muito tempo, e agora descansou.

 

Cikatic foi o primeiro campeão do K-1 World GP, principal torneio de luta em pé do mundo das décadas de 90 e 2000. Na final do evento, em 1993, nocauteou Ernesto Hoost, um dos maiores lutadores de todos os tempos.

 

Rizzo, que acompanhou de perto os últimos anos da carreira do lutador croata, tem recordações marcantes de Cikatic.

 

- O Branko foi o cara que me deu o soco mais forte que eu tomei na vida. Ele pegava duro demais. E isso treinando com luva grande, de 16 ou 18 onças. Ele tinha parado de lutar, mas voltou a fazer alguns combates no K-1, treinei bastante com ele e fizemos uma grande amizade. Ele gostava de ver minhas lutas de vale-tudo. Eu saí da Chakuriki, mas a gente manteve contato. Foi uma pena. Mais uma lenda do esporte que se foi.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO