Mato Grosso, 24 de Setembro de 2020
Mato Grosso
SAAE investe na compra de caminhões e novos contentores de lixos
10.01.2020
09:48
FONTE: Ascom prefeitura/ Daniela Meinerz

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • A produção de lixo em Lucas do Rio Verde aumentou cerca de 30% nos últimos três meses - Foto: Ascom Prefeitura/ Ederson Bones

    A produção de lixo em Lucas do Rio Verde aumentou cerca de 30% nos últimos três meses - Foto: Ascom Prefeitura/ Ederson Bones

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), fez a compra de dois caminhões coletores, um caminhão transbordo, dois reboques e 100 novos contentores para suprir as necessidades do município.

 

Em setembro de 2019, o SAAE recolhia em média 1.450 quilos de lixo. Em dezembro, o número passou para 1.906 quilos, aumento de aproximadamente 30%, sendo necessário a aquisição de reforços para a frota.  

 

Os veículos e os contentores tiveram um investimento total de R$ 1.626.258,00, todos adquiridos com recursos próprios da autarquia.  

 

O município possui cerca de 3.900 contentores distribuídos nos bairros. No ano passado, 232 foram danificados, vários encontrados quebrados, queimados e muitos sem as tampas. Além disso, 176 sumiram.

 

O Diretor do SAAE João Pagotto fala sobre os atos de vandalismo que vem sendo feito nos containers da cidade. “Muitos contentores foram encontrados danificados e muitos foram suprimidos, é um desfalque de mais de 400 unidades. Se a gente for somar o prejuízo fica um valor muito alto, além de ser preciso substituir para garantir que nossa cidade fique limpa e todos os bairros sejam atendidos.  Nós orientamos a população sobre a necessidade de cuidar desses patrimônios públicos, fazer denúncia quando presenciarem esse tipo de vandalismo afinal, isso é do povo”, afirma o Pagotto.

 

O Diretor do SAAE ainda fala sobre a possibilidade de uma chipagem nos containers. “Nós estamos estudando a possibilidade de colocar um chip em cada contentor para poder fazer o monitoramento e evitar que mais unidades sejam tiradas dos locais adequados. Todas os containers do município são catalogados, mas acaba que muitas pessoas mudam essas lixeiras de lugar. Com a instalação dos chips esse problema será solucionado”.

 

Cada unidade de contentor custa em torno de R$ 1.650,00. Quando usado de forma correta tem uma durabilidade longa. Além das novas unidades, o SAAE irá fazer a troca dos adesivos que indicam a separação correta dos lixos de todos os containers que estão com a indicação apagada.

 

Denuncie:

Plantão geral SAAE: 115

Telefone: (65) 3549-7700

Polícia: 190

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO