Mato Grosso, 02 de Março de 2024
Mato Grosso

Secretaria de Saúde promove mutirão de consultas oftalmológicas e deve atender 450 pacientes

10.02.2024
17:14
FONTE: Ascom Prefeitura/Gabriela Corsino

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Ascom Prefeitura/Andrew Aragão

    Foto: Ascom Prefeitura/Andrew Aragão

Feriado prolongado e a Secretaria de Saúde não para. Nos dias, 9,10,11,12 e 13 de fevereiro iniciou um mutirão de consultas oftalmológicas, para dar celeridade nas demandas da Central de Regulação. As demandas são organizadas pelo departamento com ordem cronológica e prioridade médica de cada paciente que já aguardava na fila.

 

Ao todo serão 90 pacientes atendidos por dia. Ou seja, deve ser atendido 450 luverdenses. Todos os atendimentos serão realizados no Espaço Saúde, das 7h às 11h e das 13h às 17h. O mutirão de consultas está realizado com recursos do Município.

 

Segundo a secretária de Saúde, Dra. Fernanda Heldt Ventura, o primeiro passo para que uma ação como essa aconteça é a organização. “A oftalmologia é uma grande demanda que temos na Central de Regulação e vimos a necessidade de fazer um volume maior de consultas para diminuir o tempo de espera na fila aos pacientes”, explicou a secretária.

 

De acordo com a coordenadora da Central de Regulação, Aline Teixeira, há previsão de novos mutirões serem organizados ainda no mês de fevereiro. “As consultas são feitas por meio de credenciamento próprio do Município e custeada com recursos próprios. Para esse mês, nós teremos um novo mutirão entre os dias 24 a 29 de fevereiro para pacientes que também estão aguardando em fila”, pontua Aline Teixeira.

 

*Faltosos nos agendamentos*

De acordo com a pasta, 450 consultas foram agendadas para o mutirão. Entretanto, alguns pacientes podem não comparecer na consulta. A Regulação explica que acionará os agendados previamente, que confirmaram o comparecimento nas consultas, mas se faltarem no dia precisarão ir até sua Unidade de Saúde de referência, para solicitar um novo encaminhamento oftalmológico.

 

 

“Os pacientes que não comparecerem não possuirá mais o pedido médico como pendente na Central de Regulação. Se tiverem interesse novamente, terão que procurar a sua unidade de saúde (PSF) para serem reavaliados e reencaminhados para o oftalmologista”, explicou a coordenadora da Central de Regulação, Aline Teixeira.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ENVIE SEU COMENTÁRIO