Mato Grosso, 29 de Novembro de 2020
Esportes
Série D: Villa Nova-MG tenta última cartada contra vice-líder Gama
13.11.2020
10:23
FONTE: Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • serie_d_villa_nova

De um lado, um time já classificado para o mata-mata. Do outro, uma equipe que precisa vencer para não se despedir precocemente da Série D do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira (13), às 15h (horário de Brasília) Gama-DF e Villa Nova-MG se enfrentam com objetivos distintos pela 12ª rodada da primeira fase da competição. A partida no estadio Bezerrão, no Gama (DF), será transmitida ao vivo pela TV Brasil.

 

O Gama ocupa a vice-liderança do Grupo 6 com os mesmos 26 pontos e 18 gols de saldo do rival Brasiliense-DF, que fica a frente pelos gols marcados (26 a 24). O time distrital tenta encerrar a primeira fase com o melhor desempenho geral - que, por enquanto, é do Novorizontino-SP (27 pontos). O Verdão, porém, tem de retomar a sequência positiva de resultados, interrompida há duas rodadas com a derrota por 3 a 1 para o Tupynambás-MG, em casa. Na semana que antecedeu a partida, o elenco fez greve por atraso no pagamento de salários e só havia treinado uma vez.

 

Na rodada passada, a equipe não saiu do zero com a Caldense-MG. Apesar do empate ter custado a liderança da chave, ele foi suficiente para garantir a classificação antecipada dos alviverdes. Contra o Villa Nova, o técnico Vilson Tadei não tem desfalques por lesão, suspensão ou pelo novo coronavírus (covid-19). Se repetir a formação que utilizou em Poços de Caldas (MG), o treinador mandará a campo: Rodrigo Calaça; Gabriel, Gustavo Emerson e Júlio Lima; Wallace, Andrei Alba e Esquerdinha; Everton, Nunes e David Souza.

 

Com nove pontos - e somente outros nove em disputa - o Villa Nova está a seis pontos da Caldense, quarta colocada e último time na zona de classificação. Ou seja: além de vencer o Gama fora de casa, o Leão do Bonfim tem de torcer por tropeços da Veterana (15 pontos) do Bahia de Feira-BA (14) e do Tupynambás (14). Só que o time alvirrubro, sétimo colocado do Grupo 6, não triunfa há um mês, quando bateu o Atlético-BA por 2 a 1.

 

No último sábado (7), o Villa empatou por 1 a 1 com o Tupynambás, em Juiz de Fora (MG), tendo somente 12 atletas à disposição. Com 12 casos de covid-19 na ocasião, o Leão pediu à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) o adiamento do jogo, o que foi negado. Três jogadores (o lateral Raul, o meia João Lucas e o atacante Rick Senna) estão recuperados e foram relacionados pelo técnico Mancini. Raul e Rick, inclusive, devem fazer a estreia deles no clube. Os demais - além do zagueiro Ramon, que contraiu o vírus durante a semana - continuam fora.

 

Além das ausências pela covid-19, Mancini não poderá contar com o volante João Paulo e os atacantes Etinho e Índio, contundidos. Já o lateral Wander e o atacante Alef, recuperados de lesão, foram liberados pelo departamento médico. Uma possível escalação terá: João Rivelli; Wander, Wellington Reis, Rodolfo Mol e Raul; Jean, Charles, João Lucas e Lorran; Alef, Rick Senna e João Guilherme.

 

 

Este será o segundo duelo entre os dois times em 2020. Pela quarta rodada da competição, em 30 de setembro, o Gama venceu por 1 a 0 no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima (MG), com gol do meia Vitor Xavier. Já no último jogo entre Verdão e Leão no Bezerrão, a equipe mineira levou a melhor: 2 a 1, pela Série D de 2015.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO