Mato Grosso, 15 de Junho de 2021
Mato Grosso
Sindicato dos Correios pede que os trabalhadores sejam priorizados na vacinação contra covid-19
11.06.2021
09:33
FONTE: Redação com Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Reprodução

    Foto: Reprodução

O Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso encaminhou ofício ao Governo do Estado esta semana, pedindo prioridade na vacinação dos servidores da empresa.

 

No documento, a entidade alega que aproximadamente 290 trabalhadores se infectaram com o coronavírus em ambiente de trabalho.

 

Para o Sindicato a inserção como prioridade deve ser tratada agora como uma questão de saúde pública. 

 

Até o momento, o sindicato estima um número de 700 a 800 trabalhadores ainda não foram vacinados, já que não tem nenhum tipo de comorbidade.

 

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso, Edmar Leite, os dados sobre a quantidade de trabalhadores infectados podem ser ainda maiores, já que para o sindicalista existe uma subnotificação proposital.

 

“A ECT, desde o início da pandemia, esconde os números oficiais de infectados e mortos em decorrência da doença. No país inteiro esse número passa de 450 pais e mães de família que morreram vítimas do novo coronavírus”, afirmou Leite.

 

Ainda no documento a entidade aponta a falta de medidas que possam garantir a  biossegurança dos trabalhadores.

 

Com o avanço da pandemia em diversas partes do estado, a entidade revelou ainda o temor de que outros profissionais continuem se infectando e tendo suas vidas ceifadas.

 

Apesar de atuar como serviço essencial, a categoria não foi inserida como prioridade no Plano Nacional de Imunização.

 

 

Até o momento também não há uma resposta oficial por parte do Governo de Mato Grosso quanto a demanda do sindicato.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO