Mato Grosso, 22 de Outubro de 2021
Economia / Agronegócio
Status de livre de aftosa sem vacinação, garante a MT novos mercados, diz Corral
01.10.2021
10:56
FONTE: Redação com Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Secom-MT

    Foto: Secom-MT

O 4º Fórum Estadual de Vigilância contra a Febre Aftosa em Mato Grosso realizado nesta quinta-feira, destacou a importância do fortalecimento do serviço de defesa sanitária animal para que todo o estado alcance o status de livre de febre aftosa sem vacinação.

 

Mato Grosso está há 25 anos sem registro da doença e da circulação do vírus, sendo reconhecido internacionalmente como zona livre de febre aftosa com vacinação.

 

“Com o novo status sanitário que almejamos, poderemos acessar novos mercados, engrandecendo ainda mais esta cadeia produtiva que já é extremamente forte em nosso estado”, afirmou o presidente do Sistema Famato, Normando Corral.

 

Já o diretor do Departamento de Saúde Animal e Insumos Pecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Geraldo Marcos de Moraes, reforçou que a luta contra a febre aftosa no país está sustentada em uma importante característica: a participação conjunta dos setores público e privado na definição das melhores estratégias e ações a serem adotadas. 

 

“Estamos na última etapa de erradicação da febre aftosa, que coincide com a suspensão da vacinação. Essas discussões com o setor produtivo harmonizam as informações e abrem espaços para que possamos escutar e ver todos os pontos de vista para a melhor política pública possível”, ressaltou Moraes.

 

Por sua vez, o presidente da Agência de Defesa Sanitária Agrossilvipastoril de Rondônia, Júlio Cesar Rocha Peres, explicou que o reconhecimento também impõe desafios e, portanto, será necessário manter o rigor nos cuidados sanitários.

 

Neste caso, segundo ele, o produtor rural terá papel ainda mais importante para garantir a manutenção desse novo status sanitário.

 

“O produtor rural, que sempre esteve engajado nas ações desenvolvidas pelos setores públicos e privados, continuará a ter grande importância na prevenção de doenças”, destacou Rocha.

 

 

Quem quiser assistir o evento completo é só acessar o YouTube da Famato.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO