Mato Grosso, 06 de Março de 2021
Política
STF barra mesa diretora da Assembleia Legislativa e Botelho convoca nova eleição para esta terça-feira (23)
23.02.2021
09:34
FONTE: Redação com Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Assessoria

    Foto: Assessoria

O STF, Supremo Tribunal Federal, suspendeu a eleição que reconduziu o deputado estadual Eduardo Botelho, do DEM, pela terceira vez, ao cargo de presidente de Assembleia Legislativa de Mato Grosso. 

 

A decisão foi tomada nesta segunda-feira, em caráter liminar, pelo ministro Alexandre de Moraes, que deu prazo de 48 horas para a Casa de Leis comunicar a data da nova eleição. 

 

"Determino a suspensão da eleição realizada pela Assembleia Legislativa, bem como da posse dos parlamentares eleitos nos cargos da Mesa Diretora, que já estiveram ocupando o mesmo cargo nos biênios 2017/2018 e 2019/2020. Determino, ainda, a realização imediata de nova eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, para biênio 2021/2022", escreveu o ministro.

 

Por sua vez, o deputado Eduardo Botelho descartou recorrer da decisão do STF, e,  inclusive, já marcou a nova eleição para esta terça-feira, às sete horas da noite, de forma presencial.

 

Apesar da decisão desfavorável, Botelho garantiu estar “tranquilo” e disse que vai continuar executando suas funções parlamentares normalmente.

 

“Para mim isso não tem problema nenhum, eu estou muito tranquilo. Já cumpri minha missão como presidente e tenho certeza que muitas mudanças aconteceram para melhor”, destacou Eduardo Botelho.

 

O deputado estadual Max Russi, do PSB, atual primeiro secretário, deve ser eleito presidente da Assembleia Legislativa.

 

Já Eduardo Botelho, que deixa à presidência em cumprimento a decisão do Supremo, vai assumir a Primeira Secretaria.

 

Outros cargos da mesa diretora do parlamento estadual também vão sofrer mudanças. A deputada Janaina Riva, do MDB, por exemplo, deixa a primeira vice-presidência e deve assumir a Segunda Secretaria.

 

O prazo para inscrição de chapas para a direção da mesa diretora termina às cinco horas da tarde, desta terça-feira

 

O pedido para anular a eleição da mesa diretora da Assembleia Legislativa foi feito pelo partido Rede Sustentabilidade, que ajuizou a ação no Supremo Tribunal Federal.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO